Hamilton dispara na liderança com vitória no GP da Toscana. Confira classificação

Lewis Hamilton abriu 55 tentos de vantagem para Valtteri Bottas e 80 para Max Verstappen, que abandonou na corrida deste domingo (13) em Mugello. Lando Norris, sexto colocado no GP da Toscana, agora é o quarto no Mundial de Pilotos

A 90ª vitória da laureada carreira de Lewis Hamilton na Fórmula 1 também representou o seu sexto triunfo somente na temporada 2020. A conquista obtida na tarde deste domingo (13) no acidentado GP da Toscana, em Mugello, levou o hexacampeão a ampliar ainda mais a vantagem perante seus concorrentes mais próximos no Mundial de Pilotos.

Hamilton, que inclusive marcou um ponto extra pela volta mais rápida, agora soma 190 tentos, enquanto Valtteri Bottas, segundo colocado, tem um total de 135. Entretanto, a diferença que separa os dois companheiros de equipe na Mercedes saltou de 47 para 55 pontos.

A diferença de Hamilton para Max Verstappen aumentou ainda mais. O holandês, que abandonou na primeira volta da corrida, viu a distância para o britânico de 35 anos subir para 80 pontos, com o piloto da Red Bill estacionando em 110 tentos.

Confira a classificação atualizada dos Mundiais de Pilotos e Construtores

Alexander Albon, com o primeiro pódio em sua carreira na Fórmula 1 logrado nesta tarde, tem agora 63 pontos. Mas o anglo-tailandês está atrás de Lando Norris. Sexto melhor colocado em Mugello, o piloto inglês da McLaren ocupa a quarta posição no Mundial.

FÓRMULA 1; LEWIS HAMILTON; MERCEDES; VITÓRIA; GP DA TOSCANA;
Lewis Hamilton festeja vitória no GP da Toscana: foi a sua sexta no ano e a 90ª na carreira (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Tanto Norris como Albon deixaram para trás Lance Stroll, que buscava um lugar no pódio, mas sofreu acidente muito forte nas voltas finais. O canadense da Racing Point ficou com 57 pontos, contra 53 de Daniel Ricciardo, da Renault, que viu o terceiro lugar escapar por pouco no fim da corrida.

Charles Leclerc, da Ferrari, largou em quinto, mas terminou apenas na oitava posição. O monegasco marcou 4 pontos nesta tarde e agora tem 49, ocupando assim o oitavo lugar. O jovem de 22 anos supera em cinco tentos Sergio Pérez, da Racing Point, enquanto Pierre Gasly, vencedor do GP da Itália da semana passada, abandonou, também na primeira volta. O francês é o décimo colocado.

Sebastian Vettel, que voltou a pontuar depois de duas corridas fora do top-10, foi o décimo em Mugello. Agora, o tetracampeão do mundo ocupa uma incomum 13ª posição na tabela do campeonato.

Já no Mundial de Construtores, a Mercedes alcançou mais uma dobradinha e tem agora281 pontos no campeonato. A vantagem para a Red Bull, segunda colocada, é de 123 tentos. A McLaren está em terceiro e soma 98, contra 82 da Racing Point. A Renault segue em quinto e está com 71 pontos, dez a mais em relação à Ferrari. A AlphaTauri está em sétimo e acumula 47 pontos. A Alfa Romeo tem 2, enquanto a Haas fecha a tabela com 1. A Williams é a única dentre as dez equipes ainda sem pontuar no campeonato.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube