Hamilton diz que “começa de novo” a cada corrida e avalia que Rosberg se saiu melhor em apenas dois GPs em 2015

Lewis Hamilton avaliou que só foi inferior a Nico Rosberg em dois dos oito finais de semana da temporada 2015 e afirmou que o objetivo é manter essa consistência nas próximas corridas

O crescimento de Nico Rosberg no campeonato não espanta Lewis Hamilton. O britânico, que corre em busca do tricampeonato, minimizou a força mostrada pelo companheiro de Mercedes nos últimos finais de semana e ressaltou que tem na consistência uma grande arma.

Rosberg admite que “largada fez a corrida” e se diz feliz com vitória na ÁustriaRosberg elege vitória no GP da Áustria como “uma das mais fáceis”

Hamilton agora tem apenas dez pontos de vantagem para Rosberg (Foto: AP)
Hamilton, que venceu três das quatro primeiras provas, além do GP do Canadá, lidera o Mundial com dez pontos de vantagem. Rosberg, segundo colocado, ganhou três das últimas quatro corridas, incluindo o GP da Áustria do domingo (21). A dupla subiu ao pódio em todos os GPs de 2015.
 
A próxima etapa é o GP da Inglaterra, justamente a corrida de casa de Hamilton. Em 2014, Rosberg fez a pole e liderou até abandonar com problemas de câmbio.
 
“Eu estou mais consistente nesta temporada e, esperançosamente, vou continuar assim pelo resto do ano se ao menos eu pilotar tão bem quanto no último ano”, disse. “Não estou preocupado em chegar à próxima sem estar embalado por uma vitória. Nunca senti essa coisa de estar embalado por ter ido bem. Você apenas começa de novo na próxima corrida.”
 
O piloto do carro #44 salientou que foi pior que Rosberg apenas em duas das oito etapas realizadas até agora.
 
“Quando você pensa nos lugares em que perdi pontos, foi um ano bem bom até aqui. Ele foi melhor em Barcelona e aqui na Áustria, duas de oito não é muito ruim, para dizer a verdade. Estou feliz com isso”, afirmou. “Sete de oito poles é algo bem decente, e talvez, sem Mônaco, a disputa não estaria tão próxima assim.” 
 
Em Mônaco, Hamilton liderava quando um erro de estratégia da Mercedes o derrubou para a terceira colocação. Rosberg acabou vencendo e recuperando dez pontos na tabela.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube