Hamilton diz que Mercedes “só tem a ganhar” em 2013 e joga pressão para cima dos adversários

Mesmo contratado a peso de ouro pela escuderia alemã, Lewis Hamilton deixou claro que não se sente pressionado nesta temporada, principalmente depois do bom desempenho do W04 nos testes da pré-temporada

Na transferência mais cara e badalada dos últimos anos na F1, Lewis Hamilton assinou um contrato milionário com a Mercedes e deixou a McLaren após seis temporadas. O britânico deixou o time de Woking, acostumado a lutar por vitórias e títulos, para assumir o desafio em uma equipe que, desde que voltou à categoria, em 2010, só conquistou uma vitória e parcos pódios. Mesmo assim, Lewis é claro ao dizer que não se sente pressionado neste seu primeiro ano correndo pela escuderia prateada.

Nem mesmo o desempenho avassalador exibido pelo W04 nos testes de pré-temporada, em Barcelona, não são motivo para que a Mercedes coloque maior pressão em cima do campeão mundial de 2008.

Hamilton diz que não se sente pressionado pela Mercedes em sua estreia pela equipe (Foto: Getty Images)

“Não acho que há qualquer expectativa, não. Em todos os casos, sinto que eu tenho um salvo-conduto. É um ano onde sabemos que nós podemos não ter o melhor pacote, mas isso é um desafio para mim”, disse o piloto durante entrevista coletiva em Barcelona, destacando mais uma vez a palavra mais usada para justificar sua mudança da McLaren para a Mercedes.

A Mercedes, segundo Hamilton, não coloca pressão em cima dos seus ombros, pelo contrário. “E não acho que haja qualquer pressão de fora para fazer qualquer coisa com este desafio. Apenas para apreciar o trabalho com a equipe e melhorar.”

Usando uma velha tática, Lewis jogou a pressão para cima dos seus adversários e deixou claro que nada tem a perder. “Acho que a pressão é maior em cima dos outros caras, que tinham grandes carros e evoluíram neste ano. Eles têm a pressão para avançar, competir e corresponder. Para nós, só temos a ganhar”, avaliou.

Mas se Hamilton não se considera um dos favoritos neste ano, Felipe Massa, seu grande rival na luta pelo título de 2008, pensa de maneira contrária e acredita que o britânico vai brigar pelo bi neste ano.

“Ele é muito rápido e ele sempre provou que, quando tem um carro competitivo, ele luta por vitórias e pelo título. Temos de prestar atenção em tudo o que ele terá disponível para conseguir obter esses resultados, e ele certamente vai lutar pelo título e por vitórias, como já vimos com ele em outros carros antes”, disse o brasileiro em evento promovido pelo Santander em Barcelona, na última segunda-feira (5).

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube