Hamilton diz que pausa da pandemia fez nascer plano de ficar na F1 por “mais 3 anos”

Lewis Hamilton afirmou em Silverstone que a paralisação da temporada 2020 da Fórmula 1 fez com que ele pudesse respirar e, assim, pensar na ideia de continuar na categoria por mais algum tempo

Aos 35 anos, Lewis Hamilton já disputa sua 14ª temporada na Fórmula 1. Dizem que permanecer por tanto tempo em tal mundo não é fácil, mas o britânico nunca deu uma data certa de aposentadoria – no máximo, já assumiu saber que um dia acaba.

Mas esta quinta-feira (3) deu um alívio aos fãs do piloto – ao menos para aqueles que temiam o fim da carreira se aproximando logo. Em Silverstone, onde disputa o GP da Inglaterra do próximo final de semana, ele prometeu que ainda estará no cockpit de um F1 por um bom tempo.

“Por quanto tempo seguirei, não sei. Mas eu digo que essa pausa em razão da pandemia do Covid, com o cancelamento da primeira parte da temporada, apesar de negativa em tantas maneiras, em outras me deu muita vida, muita energia para me focar em outras coisas. E esse tempo afastado foi um respiro para mim. Então renovou minha energia para, quem sabe, continuar por mais tempo”, afirmou Hamilton.

Lewis Hamilton (Foto: AFP)

Mas quanto tempo? Bem, até 2023, pelo jeito, ele continuará guiando: “No fim das contas, eu só quero ser capaz de pilotar no nível em que piloto agora para sempre. Mas claro que, em algum momento, o físico e a mente não vão mais permitir. Não sei quando vai ser isso, mas não vejo acontecendo a curto prazo, nos dois ou três próximos anos.”

Ele, claro, deixou entrelinhas que toda sua luta contra o racismo no esporte a motor também influencia em sua continuidade: “Então eu estarei por aqui por um bom tempo. E também tem um ponto, que é o de que eu sei que não há outro piloto que tenha vindo das mesmas circunstâncias de que vim, tenho consciência disso.”

“Então, não sei. Apenas tentarei merecer uma vaga aqui. Sinto que ela nunca é me dada só porque tenho títulos mundiais. Acredito que é necessário sim provar que continuo entregando o que preciso. Então meu objetivo é entregar este nível pelo máximo de tempo que puder. Então me vejo continuando por pelo menos mais três anos”, finalizou o hexacampeão do mundo.

O GRANDE PRÊMIO transmite AO VIVO e em TEMPO REAL todas as atividades do fim de semana do GP da Inglaterra, quarta etapa da temporada 2020 da Fórmula 1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube