Hamilton e Ricciardo abraçam ideia de Ecclestone e defendem GP da Austrália disputado à noite

Por enquanto, o governo de Melbourne é contra o projeto, já que os custos para adaptar a estrutura de Albert Park para uma prova noturna são proibitivos. Entretanto, alguns pilotos da F1 já compraram a ideia de Bernie Ecclestone, como Lewis Hamilton e Daniel Ricciardo

Faltam pouco menos de dez dias para o início das atividades de pista do GP da Austrália, prova que abre a temporada 2013 do Mundial de F1. E sempre que a categoria desembarca em Melbourne, voltam os debates em torno de uma eventual corrida noturna, ideia encampada há tempos por Bernie Ecclestone, desejoso em adequar a prova em um horário mais aprazível, sobretudo para a transmissão da F1 nas TVs na Europa.

O governo do estado de Victoria, onde fica Melbourne, sempre se mostrou contra a ideia, uma vez que os custos para adaptação e iluminação do circuito de Albert Park são altos e proibitivos demais, indo na contramão do que querem as autoridades locais, ou seja, diminuir o orçamento dos cofres públicos para manter a F1 na cidade. A novidade é que alguns pilotos do grid abraçaram a ideia de Bernie e se mostraram favorável a um GP da Austrália disputado à noite.

Se depender de Ecclestone, GP da Austrália pode ser disputado à noite (Foto: Getty Images)

Em entrevista ao diário australiano ‘The Herald Sun’, Lewis Hamilton, campeão mundial de 2008 e novo piloto da Mercedes, foi além e deu outra sugestão: alternar o período da corrida em Melbourne, sendo um ano com a prova disputada à noite e outro à tarde, como é atualmente. “Gosto que as coisas variem porque todo ano é a mesma coisa”, disse.

Já o piloto da casa, Daniel Ricciardo, também aprova a ideia de Bernie: “Parece um bom negócio”. O jovem oceânico foi endossado por Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull. “Uma corrida noturna em Melbourne, quando você considera onde estão os espectadores, poderia ser interessante”, disse, levando em conta o público da F1 espalhado pelo mundo.

Independente do período de disputa do GP da Austrália, Ecclestone só trabalha com a possibilidade de a F1 continuar na cidade. “Esperamos estar para sempre em Melbourne, ainda que haja algumas críticas, não sei por que”, disse o britânico.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube