Hamilton fala em “fé e confiança” em ver Mercedes repetir confiabilidade em 2018: “Planejamos completar cada volta”

Lewis Hamilton pontuou em todas as corridas da temporada passada e Valtteri Bottas só abandonou uma prova, o GP da Espanha, por conta de problemas no motor. De olho na temporada 2018, o tetracampeão do mundo acredita que vai ser difícil, porém não impossível ver a Mercedes quase infalível no Mundial de F1

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

No que diz respeito à confiabilidade, a Mercedes foi praticamente perfeita em 2017. Lewis Hamilton não somente conquistou o título e terminou todas as 20 provas do calendário, mas também pontuou em todas elas, algo que a F1 havia visto pela última vez desde 2002 com Michael Schumacher. Valtteri Bottas, por sua vez, só abandonou uma prova do campeonato, o GP da Espanha, graças a problemas no motor. O tetracampeão confia em ver sua equipe repetir ou melhorar o feito nesta temporada 2018 da F1.

 
Contudo, trata-se de uma tarefa que vai ser dificultada em razão da mudança na regra do motor. A partir deste ano, cada piloto tem um limite de uso de três unidades de potência ao longo da temporada antes de receber punição com a perda de posições no grid de largada.
 
Entretanto, a Mercedes se destaca há tempos pela sua confiabilidade. Nos testes de pré-temporada, por exemplo, a equipe prateada costuma ser a que mais consegue completar voltas e, na esteira disso, é a que menos apresenta problemas. Tudo isso acaba refletindo ao longo da temporada como benefício aos seus pilotos.
Lewis Hamilton teve um carro intransponível em 2017. Agora espera ver o mesmo neste ano (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Mas Hamilton acredita muito na capacidade técnica do time de Brackley para que 2018 seja tão favorável como foi a última temporada.
 
“Planejamos correr cada volta, esse é nosso objetivo. Claro que vai ser mais difícil alcançá-lo, mas é isso o que temos planejado fazer”, afirmou o piloto em entrevista ao site ‘GP Update’.
 
“Tenho toda a fé e a confiança de que a equipe possa fazê-lo. Talvez como 2017, um ano dourado para nós, mas não há motivo para repeti-lo”, assegurou Lewis, que está perto de um recorde, o de maior número de corridas consecutivas nos pontos. Hamilton pontuou de forma consecutiva em 25 provas, enquanto o recorde atual é de Kimi Räikkönen.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A respeito dos motores, o tetracampeão destacou a durabilidade do equipamento construído em Brixworth. Mas deixou claro que, daqui em diante, o grande desafio é manter as unidades de potência confiáveis e praticamente infalíveis.

 
“Temos a melhor confiabilidade, como jamais tivemos. Vai ser ainda mais difícil alcançar o que já conseguimos, mas trabalhamos com o mesmo foco. É possível.”, encerrou Hamilton.
EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube