F1

Hamilton fica perto de recorde da pista, sobra e fecha na frente sexta-feira de treinos livres do GP da Bélgica

Lewis Hamilton terminou a sexta-feira de treinos livres do GP da Bélgica com o melhor tempo. 0s250 atrás do recorde da pista, que pertence a Jarno Trulli, o tricampeão do mundo foi bem superior aos rivais. Kimi Räikkönen foi o segundo e Sebastian Vettel, apenas o quinto. Com chassi trocado, Felipe Massa não participou da sessão

Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré

Lewis Hamilton consolidou o melhor desempenho ao longo da sexta-feira (25) de treinos livres em Spa-Francorchamps e terminou a segunda sessão do GP da Bélgica como o mais rápido. O britânico confirmou aquilo que se esperava da Mercedes na abertura dos trabalhos neste retorno das férias de verão e não teve dificuldades para marcar 1min44s753, 0s262 mais rápido que o segundo colocado do dia, Kimi Räikkönen, líder da sessão da manhã com a Ferrari. A chuva, como quase sempre em Spa, deu as caras nos minutos finais.

Hamilton ficou a 0s250 do recorde da pista, que ainda pertence a Jarno Trulli, que marcou 1min44s503 durante o treino classificatório em 2009, pela Toyota. O terceiro colocado do dia, Valtteri Bottas, ficou 0s427 atrás do companheiro de equipe. Sebastian Vettel terminou apenas em quinto, ficando atrás também da Red Bull de Max Verstappen. Diferente do que aconteceu pela manhã, no treino da tarde todos os 19 pilotos na pista registraram seus melhores tempos com os pneus ultramacios.

O único a não participar da sessão foi o brasileiro Felipe Massa. Por conta do acidente ocorrido no início do primeiro treino, a Williams decidiu trocar o chassi e, por conta do regulamento da FIA, que impede o uso de dois chassis distintos no mesmo dia, o veterano não pode acelerar durante a tarde.

A F1 retoma os trabalhos na manhã deste sábado, às 6h (horário de Brasília), com a realização do terceiro treino livre do GP da Bélgica. A definição do grid de largada está prevista para 9h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL por meio do novo livetiming.
Lewis Hamilton confirmou o melhor desempenho da sexta-feira e fechou o dia com o melhor tempo (Foto: AFP)
Saiba como foi o segundo treino livre do GP da Bélgica

O primeiro piloto a marcar tempo no período da tarde foi Jolyon Palmer, com 1min48s846. Logo depois, Räikkönen começou a fazer seu primeiro stint usando pneus macios. O finlandês, líder da primeira sessão em Spa, foi seguido pelo seu companheiro de equipe. Mas Vettel, terceiro colocado pela manhã, saiu dos boxes com os supermacios. Dono da casa, Stoffel Vandoorne também acelerava em Spa e tomava a primeira posição provisória com a McLaren #2.

Com início bem mais movimentado que o primeiro treino, a sessão passou a ter Kimi na ponta pouco depois. Mas o 'Homem de Gelo' durou pouco no topo da tabela de tempos, já que Max Verstappen assumiu a liderança provisória com 1min46s481. Em seguida, era a vez de Vettel superar o holandês e virar o novo líder do treino, 0s076 mais rápido que Max. A dupla da Mercedes, por sua vez, ainda seguia nos boxes.

Apenas com 15 minutos de sessão que Bottas e Hamilton ganharam a pista: o finlandês com os supermacios e Lewis com os macios. Valtteri logo subiu para a ponta com 1min46s331. Mas o tricampeão estava andando uma enormidade e completou uma volta perfeita, com a melhor parcial nos três setores, em 1min45s634.
Kimi Räikkönen chegou a liderar o segundo treino antes de ver Lewis Hamilton acelerar (Foto: AFP)
Uma das polêmicas do treino foi protagonizada por Kevin Magnussen. O dinamarquês, duramente criticado por Nico Hülkenberg por sua postura no GP da Hungria, fechou Sergio Pérez e ficou fazendo zigue-zague para aquecer os pneus à frente do carro do mexicano, que disparou: "Magnussen é sempre muito sujo".

Pouco depois, as Ferrari voltaram à pista após um tempo nos boxes. Vettel e Räikkönen regressaram calçados com os ultramacios. Também com os pneus roxos, a Renault fazia bom papel e tinha Nico Hülkenberg em quarto e Jolyon Palmer na sexta posição quando restavam 57 minutos para o fim da sessão. Em seguida, Bottas e Hamilton também aceleravam com os ultramacios.

Assim, os tempos despencaram. Vettel marcou 1min45s235, mas o alemão foi superado por Bottas em 0s055 segundos depois. Quase ao mesmo tempo, Räikkönen bateu o compatriota e rival com 1min45s015, mas Hamilton não deixou pedra sobre pedra ao se colocar 0s262 mais rápido que o 'Homem de Gelo'.
Sergio Pérez figurou no rol dos dez primeiros na metade do treino (Foto: Force India)

Vettel deu a entender que superaria com tranquilidade o tempo de Hamilton. Depois de cravar a melhor primeira parcial do treino e a melhor parcial própria no segundo setor, o tetracampeão perdeu rendimento no último recho da pista e não conseguiu melhorar, ficando em quinto, atrás também de Verstappen.

Na sequência da sessão, que era abordada pelas equipes com foco maior nas simulações de corrida tanto com os pneus supermacios como com os ultramacios, ocorreram poucas mudanças em termos de tempo. Os pilotos estavam concentrados em obter o maior tempo possível na pista, até porque a chuva rondava Spa-Francorchamps, segundo informações da meteorologia.
Chuva em Spa-Francorchamps? Que surpresa (Foto: Reprodução/Twitter)
Ericsson e, em seguida, Vettel, reportaram as primeiras gotas de chuva em Spa, tradicional pelo seu clima instável e incerto. Foi o bastante para que vários trechos da pista ficassem encharcados, impossibilitando qualquer melhora nos tempos. Mesmo com a chuva mais intensa, Alonso e Ricciardo até fizeram uma volta com os pneus intermediários, mas estava muito molhado. Assim, Hamilton só teve de esperar um pouco para encerrar a sexta-feira como o mais rápido na abertura dos trabalhos do fim de semana.

F1 2017, GP da Bélgica, Spa-Francorchamps, TL2, final:

1   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:44.753   17
2   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari 1:45.015 +0.262 21
3   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes 1:45.180 +0.427 17
4   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer 1:45.225 +0.472 16
5   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari 1:45.235 +0.482 20
6   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer 1:46.072 +1.319 15
7   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault 1:46.441 +1.688 24
8   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes 1:46.473 +1.720 19
9   55 Carlos SAINZ JR ESP Toro Rosso Renault 1:46.561 +1.808 19
10   30 Jolyon PALMER ING Renault 1:46.670 +1.917 23
11   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Honda 1:46.743 +1.990 20
12   11 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes 1:46.984 +2.231 18
13   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari 1:47.285 +2.532 15
14   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Honda 1:47.303 +2.550 17
15   26 Daniil KVYAT RUS Toro Rosso Renault 1:47.450 +2.697 12
16   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari 1:47.556 +2.803 15
17   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes 1:47.861 +3.108 13
18   9 Marcus ERICSSON SUE Sauber Ferrari 1:49.214 +4.461 12
19   94 Pascal WEHRLEIN ALE Sauber Ferrari 1:49.725 +4.972 18
20   19 Felipe MASSA BRA Williams Mercedes      
          Tempo 107% 1:52.086 +7.333  
                 
Recorde Jarno TRULLI ITA Toyota 1:44.503 29/08/2009  
Melhor volta Sebastian VETTEL ALE Red Bull 1:47.563 30/08/2009  

RENOVAÇÃO COM RÄIKKÖNEN DIZ MUITO SOBRE O QUE É A FERRARI E SEU PENSAMENTO SOBRE A F1