Hamilton ganha disputa contra Rosberg e comanda treino livre 1 no Bahrein. Na Williams ‘brasileira’, Nasr fica em 13º

Na briga caseira da Mercedes, Lewis Hamilton superou o companheiro Nico Rosberg e ficou com o melhor tempo da sessão. Fernando Alonso veio atrás. Felipe Nasr estreou na F1 pra valer terminando em 13º, dois postos acima de Felipe Massa

Não que tenha sido um domínio de saltar aos olhos, mas a Mercedes manteve o ritmo que a F1 de 2014 lhe proporcionou e liderou as ações no treino que deu o pontapé para a terceira etapa do Mundial. Nesta sexta-feira (4) já à tarde no Bahrein, Lewis Hamilton bateu Nico Rosberg por 0s231 para ficar com seu nome no topo da tabela de tempos.

A terceira posição não ficou com um carro empurrado pela montadora alemã homônima da equipe nem com a evoluída Red Bull. Fernando Alonso fez sua parte, mas vai ser lembrado nesta sessão pela patacoada protagonizada pela Ferrari, que teve leve dificuldade para ver o que é um pneu amarelo e outro branco, misturando-os no carro do espanhol. Nico Hülkenberg terminou em quarto, sempre aparecendo bem, e Jenson Button completou o grupo dos cinco primeiros com uma McLaren que parece discreta.

Na Williams com um pouquinho de Brasil, iá-iá, Felipe Nasr fez sua estreia com um carro de F1 em um fim de semana de GP. Terminou sua participação em 13º, duas posições acima do titular e xará Massa.

Lewis Hamilton foi o mais rápido do TL1 (Foto: Getty Images)
Confira como foi o primeiro treino livre do GP do Bahrein
 
Os carros foram à pista assim que as luzes verdes piscaram na saída dos boxes, com Caterham, Toro Rosso, Marussia e até Vettel sentindo seus carros na volta de instalação. Quando deu uns 5 minutos de treino, Rosberg saiu e reclamou de pronto com a equipe: “Perdi potência”; aos 12, Magnussen relatou com afinco um problema com os freios. Não estava muito fácil, pois, aos pilotos de Mercedes e McLaren, respectivamente.

Felipe Nasr se prepara para seu primeiro treino na F1 (Foto: Twitter/Williams))"/>Os pilotos ‘extras’ foram aqueles responsáveis pelas primeiras voltas cronometradas. O ótimo Robin Frijns, de Caterham, marcou 1min44s052 como sua primeira volta, logo superado por Nasr. Com a Williams que pertence a Valtteri Bottas, o brasileiro fez 1mins41s311 para constar em suas anotações. Giedo van der Garde era o terceiro da turma, andando com a obesa e plúmbea Sauber.

Treino vai, treino vem, 22 minutos, e eis que apareceu o novo líder: Rosberg, aquele que tinha problemas de potência. Mas o recuperado alemão foi superado logo na sequência pelo companheiro Hamilton, 1min38s395, trazendo à baila Hülkenberg – aquele para quem não dão um carro de ponta que lhe permita brigar pelo título.

 
A bem da verdade, o treino não foi. Por muito tempo, as atividades estiveram longe de ser intensas, restando à TV buscar a indignação de Adrian Sutil e os boxes da Williams, por exemplo. O alemão, aliás, não anda muito feliz com a F1: depois de dizer que mal se hidratava para evitar carregar peso no carro, teve de esperar a Sauber resolver um problema técnico para poder ir à pista, pouco depois da metade do tempo da sessão.
 
Foi neste momento que aconteceu o momento pastelão: a Ferrari liberou Alonso para sair. O espanhol andou uns 50 metros e parou bruscamente. Os mecânicos foram buscá-lo para recolher o carro. Problema técnico? Nova espécie de teste de largada? Não: a equipe simplesmente colocou um pneu duro (faixa branca) do lado esquerdo e um macio (amarela) do direito.
 
O último a marcar tempo foi Massa. Melhor dos treinos coletivos na pré-temporada, o brasileiro colocou-se em oitavo, 1s138 atrás de Hamilton, e foi sua melhor passagem naquele stint.
 
Mudanças só foram acontecer na tabela de tempos quando Alonso, devidamente monocromático em seus pneus, cravou 1min37s953. Hülk – que tem feito grandes disputas com o próprio Alonso desde o meio da temporada passada – veio na cola. Rosberg, então, se animou, voltou à pista e marcou 1min37s733. Hamilton acabou com a brincadeira na sequência e botou ordem na casa mercediana: 1min37s502.
Vettel fez um treino pra lá de discreto, lembrando até os tempos em que a Red Bull esteve em Sakhir fazendo a pré-temporada: décima colocação, logo à frente de Massa. Nasr ficou meio segundo atrás do compatriota/companheiro.
 
A próxima sessão no Bahrein acontece ao meio-dia (de Brasília), quando o sol começa a se pôr e dá lugar à noite. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo em tempo real.
 

Viaje para Mônaco e acompanhe o GP mais tradicional do Mundial da F1 com o GRANDE PRÊMIO por um PREÇO ESPECIAL. Veja o pacote aqui:

Foto: Mais uma novidade nesta semana de início da F1: leitor/seguidor do GRANDE PRÊMIO tem preço especial na compra dos pacotes com a AMK Viagens. Já pensou em ir para Mônaco e acompanhar essa F1 imprevisível no glamour do Principado? Dica de amigo: dá uma olhadinha, fala com os amigos e entra em contato com o Edgar Efeiche para uma viagem em alta velocidade: http://www.amkviagens.com.br/2011/index.php/terrestres_internacionais/ver/104

 
F1, GP do Bahrein, Sakhir, treino livre 1:
1 44 LEWIS HAMILTON ING MERCEDES 1:37.502   14
2 6 NICO ROSBERG ALE MERCEDES 1:37.733 +0.231 13
3 14 FERNANDO ALONSO ESP FERRARI 1:37.953 +0.451 17
4 27 NICO HÜLKENBERG ALE FORCE INDIA MERCEDES 1:38.122 +0.620 10
5 22 JENSON BUTTON ING McLAREN MERCEDES 1:38.636 +1.134 16
6 7 KIMI RÄIKKÖNEN FIN FERRARI 1:38.783 +1.281 12
7 20 KEVIN MAGNUSSEN DIN McLAREN MERCEDES 1:38.949 +1.447 15
8 26 DANIIL KVYAT RUS TORO ROSSO RENAULT 1:39.056 +1.554 24
9 11 SERGIO PÉREZ MEX FORCE INDIA MERCEDES 1:39.102 +1.600 21
10 1 SEBASTIAN VETTEL ALE RED BULL RENAULT 1:39.389 +1.887 16
11 19 FELIPE MASSA BRA WILLIAMS MERCEDES 1:39.533 +2.031 11
12 25 JEAN-ÉRIC VERGNE FRA TORO ROSSO RENAULT 1:39.862 +2.360 26
13 40 FELIPE NASR BRA WILLIAMS MERCEDES 1:40.078 +2.576 14
14 3 DANIEL RICCIARDO AUS RED BULL RENAULT 1:40.406 +2.904 19
15 99 ADRIAN SUTIL ALE SAUBER FERRARI 1:40.652 +3.150 20
16 13 PASTOR MALDONADO VEN LOTUS RENAULT 1:40.793 +3.291 31
17 17 JULES BIANCHI FRA MARUSSIA FERRARI 1:40.889 +3.387 20
18 21 GIEDO VAN DER GARDE HOL SAUBER FERRARI 1:40.913 +3.411 20
19 8 ROMAIN GROSJEAN FRA LOTUS RENAULT 1:41.036 +3.534 24
20 4 MAX CHILTON ING MARUSSIA FERRARI 1:41.794 +4.292 20
21 46 ROBIN FRIJNS HOL CATERHAM RENAULT 1:42.417 +4.915 35
22 9 MARCUS ERICSSON SUE CATERHAM RENAULT 1:42.711 +5.209 21
    TEMPO 107% TL1   1:44.327 +6.825  
               
RECORDE MARK WEBBER AUS RED BULL RB1 1:29.527 02/04/2005  
MELHOR VOLTA PEDRO DE LA ROSA ESP McLAREN MP4-20 1:31.447 03/04/2005  

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar