F1

Hamilton iguala Senna com sexta pole do GP da Austrália e fica perto de repetir outra marca do ídolo

Lewis Hamilton tem um histórico vencedor no circuito Albert Park, o que ficou comprovado de vez neste sábado. Dono do recorde da pista, o tricampeão do mundo agora tem nada menos do que seis poles no GP da Austrália. O britânico, assim, igualou a histórica marca que pertence a Ayrton Senna, também com seis poles, mas todas elas conquistadas no circuito de Adelaide. Agora Hamilton está a apenas três de igualar o total de poles de Senna na F1
Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré
 Evento Puma x Lewis Hamilton em São Paulo (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
 

A cada dia em que avança com sua carreira vitoriosa na F1, Lewis Hamilton se depara com números e conquistas semelhantes às do seu grande ídolo no esporte, o também tricampeão mundial Ayrton Senna. Dono de três títulos como o brasileiro, Hamilton igualou mais um recorde do seu ‘mestre’ nas pistas neste sábado (25) ao conquistar pela sexta vez a pole-position do GP da Austrália de F1.
 
Há pouco mais de dez anos, Hamilton fazia sua estreia no circuito Albert Park, em Melbourne, com a McLaren. Na temporada seguinte, 2008, ano do seu título, Lewis abria a campanha vitoriosa com a pole na Austrália, que se converteu em vitória. 
 
Depois disso, o britânico faturou por mais cinco vezes a posição de honra do grid: 2012, ainda pela McLaren; 2014, 2015, 2016 e na temporada que se inicia neste fim de semana, com a toda-poderosa da F1 na atualidade, a Mercedes.
Com a pole deste sábado, Hamilton igualou uma marca de Ayrton Senna e está perto de repetir outra (Foto: Divulgação)
Ayrton Senna também tem seis poles no GP da Austrália. Entretanto, o brasileiro jamais correu em Melbourne, que entrou no calendário da F1 em 1996. Até um ano antes, o Mundial realizava suas corridas no circuito de rua de Adelaide, que tradicionalmente fechava o campeonato.
 
Na primeira corrida do Mundial de F1 em Adelaide, em 1985, com a Lotus. Senna voltou a abrir o grid de largada na Austrália três anos depois, na última corrida da temporada que lhe deu seu primeiro título mundial, em 1988, com a McLaren. Ayrton repetiu a marca nos anos de 1989, 1990, 1991 e 1993.
 

Naquele fim de semana, Senna alcançava a 62ª pole da sua carreira. Com a performance impecável na classificação em Melbourne, Hamilton chegou também à sua pole de número 62. Portanto, está a apenas três de igualar mais uma vez uma marca do seu grande ídolo no esporte.
 
Hamilton já está na estatística dos grandes da F1, e isso se nota quando seus números são analisados: 53 vitórias — só atrás de Michael Schumacher, com 91 —, 62 poles, atrás de Schumacher e Senna, e 104 pódios, dois atrás do ‘Professor’ Alain Prost, enquanto o recordista é o lendário Schumacher, com 155.

GRANDE PRÊMIO transmite todas as atividades do GP da Austrália de F1 neste fim de semana. Acompanhe tudo AO VIVO e em TEMPO REAL, com a estreia do livetiming.

PADDOCK GP #70 FAZ PRÉVIA DE ABERTURA DAS TEMPORADAS DE F1 E MOTOGP E LEMBRA PACE