Hamilton mostra surpresa com vantagem de Vettel em Austin: “Não sei de onde ele tirou aquele tempo”

“É muito rápido”, disse Lewis Hamilton, que terminou o segundo treino livre na quarta posição, 1s atrás do alemão que lidera o campeonato. Mas o piloto confia que será possível aprimorar o desempenho da McLaren MP4/27 neste sábado

Nos últimos dias de sua passagem pela McLaren, Lewis Hamilton chegou aos Estados Unidos pensando em brigar pela vitória para sair por cima da equipe de Woking. Mas a esperança do britânico foi abalada ao ver a performance avassaladora de Sebastian Vettel e da Red Bull nos treinos livres em Austin, no novíssimo Circuito das Américas. “Eu não sei de onde ele tirou aquele tempo, mas é muito rápido”, afirmou o campeão mundial de 2008.

Hamilton terminou o dia com o quarto melhor tempo no resultado combinado de ambas as sessões. Sua melhor volta ao redor da pista texana ficou na casa de 1min38s748. A de Vettel, em 1min37s718. A diferença assustou e o inglês admitiu não saber se conseguirá ou não andar na mesma balada da Red Bull, que formou uma dobradinha nesta sexta-feira (16), com Mark Webber na segunda posição. “Também não sei se temos ou não aquele ritmo”, consentiu.

Hamilton está usando um capacete especial no GP dos Estados Unidos (Foto: Getty Images)

“Vamos fazer algumas mudanças para amanhã”, disse Hamilton. Ele crê que, com as alterações, “definitivamente” é possível melhorar o desempenho da McLaren. “Nós testamos algo que não funcionou. Espero que possamos voltar para o que a gente tinha no primeiro treino e estar melhor amanhã”, encerrou.

O piloto da McLaren ocupa a quinta posição na tabela de pontuação, com 165 tentos anotados em 18 corridas. Hamilton venceu três provas em 2012 e liderava o GP de Abu Dhabi, há duas semanas, depois de largar na pole, mas abandonou ainda na primeira metade da prova com um problema na bomba de combustível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube