Hamilton passa mal e faz Mercedes chamar Wehrlein de volta da Force India para sequência dos testes em Barcelona

Lewis Hamilton deixou o carro da Mercedes após pouco menos de duas horas de trabalhos na manhã desta quinta-feira (19) em Barcelona. Equipe pegou de volta Pascal Wehrlein, que estava emprestado à Force India

Uma substituição inusitada aconteceu na manhã desta quinta-feira (19) em Jerez, na Espanha: Lewis Hamilton foi trocado por Pascal Wehrlein no comando da Mercedes.

O campeão mundial não se sentiu bem após dar 11 voltas na abertura da segunda bateria de testes da pré-temporada, no Circuito da Catalunha e, por isso, teve de abandonar a sessão.

Lewis Hamilton deixou prematuramente os treinos desta quinta (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

A alternativa da Mercedes foi 'pegar de volta' o alemão Pascal Wehrlein. Piloto reserva do time, o jovem estava guiando pela Force India hoje mesmo devido a um acordo entre as duas escuderias. Já havia completado 10 voltas, com um melhor tempo de 1min29s510, e seguiu dando mais alguns giros com o time de Silverstone. Ele vai, portanto, pilotar dois carros diferentes no mesmo dia.

A equipe informou que está fazendo ajustes no carro para adaptá-lo a Wehrlein para que possa retomar o cronograma de testes na parte da tarde.

Por volta de 11h30, no horário local, a Mercedes informou que Hamilton teve uma febre alta durante a manhã. "Ele não se sentiu confortável no carro naquela condição. A esperança é de que ele volte no sábado".

Com a mudança de Wehrlein para guiar a Mercedes nesta quinta, Sergio Pérez foi escalado para assumir o programa do time indiano nesta tarde. A programação do time indica que o mexicando também anda na sexta-feira e Nico Hülkenberg entra na pista no domingo. No sábado, novamente é Wehrlein quem trabalha mais e mais.

Hamilton também está escalado para conduzir o F1 W06 Hybrid no sábado. Na sexta-feira e no domingo, Nico Rosberg ficará encarregado de sentar ao volante do carro da Mercedes.

GRANDE PRÊMIO acompanha 'in loco' com Renan do Couto e Xavi Bonilla os testes da F1 em Barcelona AO VIVO e em TEMPO REAL.

SÓ FALTA ANDAR

Com a nova filosofia do carro de F1 ‘size-zero’ e procurando uma forma de alcançar a Mercedes em busca de vitórias, a McLaren optou por arriscar no projeto do MP4-30. Até aqui, vem garantindo que está tudo bem. Mas falta andar pra valer, e é preciso mostrar evolução nos testes em Barcelona.

Leia a análise completa no GRANDE PRÊMIO.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube