Hamilton reconhece papel da McLaren em sua carreira e diz: “Não posso dizer nada ruim sobre o time”

Falando ao jornal ‘Marca’, Lewis Hamilton reconheceu o papel da McLaren em sua carreira e afirmou que não tem nada de ruim para dizer sobre o time. Britânico disse que escolheu Mercedes por ter a chance de fazer parte da história da equipe


Depois de estrear na F1 pela McLaren e correr com Woking durante seis temporadas, Lewis Hamilton decidiu deixar a equipe e assinar com a Mercedes, onde estreou em 2014. Mesmo tendo escolhido deixar a escuderia chefiada por Martin Whitmarsh, o britânico afirmou que não tem nada de ruim para dizer sobre sua antiga equipe.
 
Perguntado pelo diário espanhol ‘Marca’ sobre o motivo de muitos pilotos que deixam a McLaren criticarem a escuderia, Hamilton destacou que ele só tem boas lembranças. 
Hamilton afirmou que escolheu Mercedes por chance de fazer história (Foto: Mercedes)
“Eu não sei o que outras pessoas dizem, mas não posso dizer nada ruim sobre a McLaren”, falou. “Antes de tudo, eles me trouxeram para a F1. Sem eles, eu não estaria aqui”, reconheceu Lewis.
 
“Tenho uma relação muito boa com Martin e também com Ron (Dennis)”, declarou o campeão de 2008. “Na minha época com eles, nós sempre vencemos ao menos um GP por ano. É um ótimo time e um dos maiores da história”, reforçou. 
 
Por fim, Hamilton afirmou que sua escolha pela Mercedes levou em conta a chance de poder desempenhar um importante papel na história do time. 
 
“Agora o que eu quero é fazer parte de um novo time, que também quer fazer história”, comentou. “Na McLaren você era parte da história deles, mas só um pedacinho – na Mercedes posso ter um papel maior na história deles. Foi por isso que escolhi essa opção”, completou o britânico.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube