F1

Hamilton repete dose e lidera TL2 da F1 em Austin com facilidade. Verstappen coloca Red Bull em segundo

Lewis Hamilton segue controlando as ações nos Estados Unidos. O britânico repetiu a performance do TL1, liderando com certa facilidade. O que mudou foi o segundo colocado – Max Verstappen fez um belo trabalho com a Red Bull e assumiu a condição de ‘melhor do resto’. Sebastian Vettel acabou na terceira posição com um problema inusitado no eixo da Ferrari, que parecia ‘uma geleia’

Warm Up, do Circuito das Américas / VITOR FAZIO, de Porto Alegre

Foi um segundo treino livre com jeitão de primeiro. Lewis Hamilton repetiu a performance que se viu na manhã de Austin e fechou a sexta-feira (20) ainda imbatível nos Estados Unidos. Com o tempo de 1min34s668, o britânico teve uma folga confortável sobre os adversários mais próximos e voltou a indicar boa forma no Texas.
 
O britânico conseguiu 0s397 de vantagem sobre o segundo colocado, Max Verstappen – que fez um belo trabalho. Dando novos sinais da ascensão da Red Bull, o holandês, de contrato renovado, mostrou competitividade com todos os tipos de pneus e voltou a se mostrar como uma possível ameaça a Hamilton.
 
Sebastian Vettel, que ainda sonha com uma improvável reação na briga pelo título, voltou a ter uma performance mediana. Depois de fechar o TL1 em segundo, o alemão foi terceiro no TL2, 0s524 atrás de Hamilton. Seb teve uma tarde conturbada, contando com uma rodada e um passeio na brita do Circuito das Américas. Além disso, o alemão teve problemas com o eixo do carro nos últimos minutos e recolheu aos boxes. "Parece uma geleia", disse Sebastian pelo rádio.
Lewis Hamilton (Foto: AFP)

Valtteri Bottas foi o quarto, ainda com um grande déficit para o companheiro Hamilton – 0s611 no TL2. Daniel Ricciardo foi quinto, enquanto Kimi Räikkönen fechou o grupo de pilotos de ponta.
 
Felipe Massa seguiu em boa forma nos Estados Unidos. Depois de terminar o TL1 em sexto, o brasileiro foi oitavo no TL2, indicando condições de brigar por pontos na corrida. Massa apareceu logo atrás de Fernando Alonso, sétimo, que também mandou bem.

Mais atrás, Carlos Sainz Jr. fez um belo trabalho. Ainda conhecendo a Renault, o espanhol conseguiu tempo de volta melhor do que o de Nico Hülkenberg. Brendon Hartley teve menos sucesso e pintou em 17º, 1s3 pior do que Daniil Kvyat.

Saiba como foi o segundo treino livre da F1 nos Estados Unidos
 
O TL2 da F1 começou com condições climáticas muito distintas das vistas no TL1 – a pista estava plenamente seca e o sol brilhava. Mas isso não significa que o começo da atividade foi livre de rodadas: os dois pilotos da Haas, Romain Grosjean e Kevin Magnussen, rodaram logo nos primeiros instantes. Deu para evitar danos aos carros, mas não sem sustos.
 
O primeiro líder da atividade foi Fernando Alonso, dono do tempo de 1min38s058. Como era de se imaginar, não durou muito: Valtteri Bottas se viu em primeiro na sequência. A ponta seguiu trocando de dono, mas agora com donos inesperados: Daniel Ricciardo e Max Verstappen formaram uma dobradinha da Red Bull.
 
Ricciardo estava com vantagem de 0s2 sobre Verstappen. Mas com um detalhe: Verstappen usava o pneu macio, o mesmo que Hamilton, enquanto Daniel usava o supermacio.
Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

O único dos pilotos de ponta ainda sem volta rápida era Sebastian Vettel, que esperava nos boxes. Foram 15 minutos de espera para o alemão, até vir à pista com pneus macios. Seb vinha em volta no nível do líder Ricciardo, mas pôs tudo a perder – na penúltima curva, Vettel rodou sozinho e foi para a brita. Com sorte, o tetracampeão não atolou e regressou aos boxes.
 
Atrás dos pilotos das equipes de ponta, a Force India ainda pintava como a melhor do resto. A vantagem para a McLaren, com pinta de quinta melhor, era relativamente pequena: Pérez conseguiu tempo 0s5 melhor do que o de Vandoorne.

Após 30 minutos, o TL2 ganhou uma nova cara. A Mercedes cansou da brincadeira e resolveu colocar pneus ultramacios nos dois carros. O resultado não poderia ser outro: Hamilton em primeiro, Bottas em segundo – e separados por 0s6. A diferença entre os companheiros seguia grande.
 
Alonso também resolveu apelar para os ultramacios e subiu para um respeitável quinto lugar. Räikkönen, quase ao mesmo tempo, surgiu em terceiro.
Sebastian Vettel (Foto: Ferrari)

Verstappen, antes com macios, também foi para os pneus rosa. E mandou bem: o holandês ficou 0s397 atrás de Hamilton, subindo para segundo.
 
Vettel, depois de cansar de esperar nos boxes, foi à pista para anotar o primeiro tempo da tarde. E foi um tempo decente: Sebastian apareceu em terceiro, atrás de Hamilton e Verstappen, devendo 0s5 para o líder.

Como de hábito, os últimos instantes do TL2 foram de pouca ação – as simulações de corrida, valiosas para as equipes, impediam voltas melhores por parte dos pilotos. Desse jeito, as primeiras posições estavam fadadas a seguir as mesmas – Hamilton, Verstappen, Vettel, Bottas e Ricciardo formavam o top-5.
 
Mas mesmo na parte tranquila as coisas davam errado para Vettel. O alemão começou a reclamar de problemas no eixo do carro, que “parecia uma geleia”. O tetracampeão recolheu aos boxes com dez minutos para o fim, se despedindo do TL2.

F1, GP dos EUA, TL2:

1   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes   1:34.668   26
2   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer   1:35.065 +0.397 30
3   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari   1:35.192 +0.524 9
4   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes   1:35.192 +0.524 39
5   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer   1:35.463 +0.795 23
6   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari   1:35.514 +0.846 29
7   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Honda   1:36.304 +1.636 28
8   19 Felipe MASSA BRA Williams Mercedes   1:36.460 +1.792 29
9   11 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes   1:36.481 +1.813 27
10   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes   1:36.490 +1.822 33
11   55 Carlos SAINZ JR ESP Renault   1:36.529 +1.861 29
12   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault   1:36.534 +1.866 17
13   26 Daniil KVYAT RUS Toro Rosso Renault   1:36.761 +2.093 39
14   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari   1:37.285 +2.617 16
15   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Honda   1:37.463 +2.795 30
16   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes   1:37.788 +3.120 27
17   39 Brendon HARTLEY NZL Toro Rosso Renault   1:37.987 +3.319 40
18   36 Pascal WEHRLEIN ALE Sauber Ferrari   1:38.165 +3.497 35
19   9 Marcus ERICSSON SUE Sauber Ferrari   1:38.262 +3.594 22
20   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari   1:38.387 +3.719 25
                   
Recorde Lewis HAMILTON ING Mercedes   1:34.668 20/10/2017  
Melhor volta Sebastian VETTEL ALE Red Bull/Renault   1:39.347 18/11/2012  
RITMO DE FESTA

PADDOCK GP CHEGA À EDIÇÃO 100 COM HISTÓRIAS IMPERDÍVEIS DE EDGARD MELLO FILHO