Hamilton se recupera de problema para liderar TL2 na Malásia, mas reconhece: “Um pouco distante do que preciso”

Lewis Hamilton liderou o segundo treino livre para o GP da Malásia, nesta sexta (27), mas teve o dia afetado por um problema que o tirou do TL1. Para Hamilton, o tempo de pista perdido afetou a evolução do ajuste do carro na Malásia e vai fazer falta. O atual campeão ainda ressaltou os rápidos tempos ferraristas, com Kimi Räikkönen se colocando entre Hamilton e Nico Rosberg

Lewis Hamilton teve um dia de mudanças bruscas nas emoções, nesta sexta (27), após um problema que o tirou do TL1 e a recuperação para liderar o TL2, voltando a se colocar como favorito natural para a classificação do GP da Malásia.
 
Pela remontagem do carro seguindo os problemas no motor que o afastaram da sessão inicial do dia após só quatro voltas, Hamilton fez questão de elogiar sua equipe. O atual campeão mundial destacou a importância de andar na sexta num clima quente como o de Sepang.
 
"Primeiramente foi um grande trabalho feito pelo meu pessoal conseguir reconstruir o carro e recolocar o motor, o câmbio e tudo mais, e permitir que eu saísse. Estou grato por isso. Particularmente aqui, que é tão quente, é difícil para os pneus e tudo mais. Foi realmente importante sair e dar algumas voltas", disse.
 
Mas ao fim da sessão de elogios, reconheceu que o tempo perdido durante o dia vai, sim, fazer falta. Especialmente pela ausência de uma simulação de corrida.
Lewis Hamilton durante o segundo treino livre desta sexta-feira em Sepang (Foto: Getty Images)
"Afeta bastante. Felizmente eu consegui dar algumas voltas numa sequência mais longa ao final, mas em termos de ajuste, não fiz mudanças, então só guiei com o que eu tinha. É um pouco distante do que eu provavelmente preciso", avaliou.
 
"Sei que minha volta não foi espetacular. Como eu disse, acho que posso melhorar em algumas coisas, como equilíbrio e ajustes. Foram todos meio que trazidos da última corrida. Estou certo de que vamos mudar e melhorar um pouco", seguiu.
 
Hamilton ainda expressou sua surpresa com o que viu novamente a Ferrari fazer no TL2, com Kimi Räikkönen conseguindo se colocar entre as duas Mercedes.
 
"As Ferrari parecem ótimas, parecem mesmo. É surpreendente ver como os tempos deles são bons. Vamos ver se isso vai continuar durante o final de semana", elogiou.
 
O TL3 acontece às 3h (de Brasília) do sábado. Já o treino classificatório começa às 6h.
 
PRÉVIA DO GP DA MALÁSIA

Nada faz pensar que a Mercedes não vá repetir a dobradinha vista no GP da Austrália deste ano ou mesmo o resultado do GP da Malásia de 2014, e com Lewis Hamilton à frente de Nico Rosberg.

A briga pelo lugar que sobra do pódio fica entre Ferrari e Williams, com vantagem para Sebastian Vettel. Se a chuva vier, só assim, as coisas podem mudar na segunda etapa do campeonato em Sepang.

MADUROS, MAS COM
TESÃO DE JOVENS

Os dois já são veteranos. Um tem os primeiros fios grisalhos e outro passou dos 40. Mas os dois seguem firmes e fortes na Indy e usam a idade como um grande fator positivo. Helio Castroneves e Tony Kanaan prometem a mesma disposição dos tempos em que começaram na Indy para conquistarem o título da temporada 2015. E os dois estão nas duas melhores equipes possíveis: a Penske e a Ganassi, respectivamente.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube