Hamilton tem primeiro match-point rumo ao hepta na Turquia. Confira matemática

Lewis Hamilton sequer precisa vencer neste domingo em Istambul para igualar Michael Schumacher e ser o maior campeão de todos os tempos na Fórmula 1. Só Valtteri Bottas pode adiar a decisão do título para o Bahrein, no fim do mês

O domingo que vai marcar a disputa do GP da Turquia, prova que depois de nove anos volta ao calendário da Fórmula 1, também pode representar outro marco histórico na principal categoria do esporte a motor no mundo. Basta a Lewis Hamilton terminar a corrida à frente do seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, para confirmar a conquista do heptacampeonato mundial e, desta forma, igualar o outrora inalcançável recorde de sete títulos que ainda pertence a Michael Schumacher e se colocar como o maior campeão de todos os tempos na Fórmula 1.

Com nove vitórias em 13 corridas disputadas na temporada, Hamilton chega a Istambul muito tranquilo na liderança do campeonato e com totais condições de ser coroado com o título com três corridas de antecipação. São 282 pontos para o britânico da Mercedes, contra 197 de Valtteri Bottas, seu companheiro de equipe e único que ainda pode superá-lo na luta pela taça de campeão do mundo.

Só que a missão de Bottas é hercúlea, quase impossível. Basta a Hamilton cruzar a linha de chegada à frente do finlandês — resultado obtido em dez corridas na temporada — para confirmar o título.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Lewis Hamilton está a um domingo de ser campeão do mundo pela sétima vez (Foto: AFP)

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

Com quatro GPs restantes para o desfecho do campeonato, 104 pontos — 26 tentos por corrida — ainda estão em jogo. Hamilton está 85 à frente de Bottas. O dono do carro #77 precisa neste fim de semana reduzir a diferença para 77 pontos para adiar a decisão do título para o Bahrein, no fim de novembro.

Para não depender do resultado de Hamilton, Bottas leva a decisão para Sakhir com vitória e volta mais rápida, faturando assim todos os 26 pontos em jogo no GP da Turquia. Caso Valtteri vença, mas sem o ponto extra, Lewis sacramenta ao título com o segundo lugar na prova ao somar 18 pontos.

Bottas adia a definição do campeonato se cruzar a linha de chegada em Istambul em segundo e com a volta mais rápida da corrida, marcando 19 pontos, desde que Hamilton termine de quarto para cima. Sem o ponto extra, o finlandês precisa torcer para que Lewis feche a disputa no máximo em quarto ou então em quinto com a volta mais rápida.

Hamilton garante o hepta se for o quinto colocado no domingo, desde que Bottas não passe da terceira colocação e com a volta mais rápida da corrida. Sem o ponto extra para o finlandês, o britânico precisa de apenas um sexto lugar na prova. Caso o finlandês conclua o GP da Turquia em quarto, com a volta mais rápida, Hamilton garante o título com um sétimo lugar.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

Bottas é o único que ainda tem chances matemáticas de superar Hamilton na luta pelo título (Foto: Mercedes)

Mas se Bottas somar 12 pontos com o quarto lugar, mas sem o tento de bonificação, Hamilton festeja o título com um oitavo lugar, desde que marque a volta mais rápida da corrida. Se for o oitavo, mas sem o ponto extra, Lewis será coroado com o heptacampeonato desde que o nórdico seja o quinto colocado.

Em 2017, Hamilton precisou chegar somente em nono lugar no GP do México para alcançar seu quarto título mundial. E poderá chegar ao hepta com o mesmo nono lugar na Turquia se Bottas não passar do sexto lugar e marcar a volta mais rápida ou se o finlandês for o quinto, sem o ponto de bonificação, desde que este fique com Hamilton. O décimo lugar serve para Lewis desde que Valtteri não passe do sexto lugar e sem a volta mais rápida.

Caso feche a corrida de sétimo para trás, Bottas deixa de vez a disputa e verá o companheiro de equipe festejar o título mesmo se abandonar, algo que não acontece desde o GP da Áustria de 2018. Já são 46 GPs consecutivos de Hamilton na zona de pontuação.

O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL o fim de semana do GP da Turquia de Fórmula 1. Siga tudo aqui.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube