Hamilton vê ameaça à “essência básica do esporte a motor”, mas deixa porta aberta para futuro na Fórmula E

Pentacampeão da Fórmula 1, Lewis Hamilton manifestou o desejo de seguir no Mundial enquanto estiver focado e em forma. Ainda assim, britânico deixou porta aberta para futuro na Fórmula E, ainda que entenda que os carros elétricos representam uma ameaça à “essência básica do esporte a motor”

Lewis Hamilton deixou a porta aberta para um futuro na Fórmula E. Pentacampeão da Fórmula 1, o britânico disse achar “fascinante ver o futuro das corrida de carro”, mas também considerou que o rumo das coisas coloca em risco a “essência básica do esporte a motor”.
 
O #44 elogiou o bólido da FE e disse acompanhar as corridas, mas lembrou que a geração atual não conhece o esporte a motor em seu espírito original.
Lewis Hamilton (Foto: AFP)

Resultado de imagem para emoji microfonePaddockast #15: Você manja mais de Fórmula 1 do que Flavio Gomes?

F2Olx0/ItYK5sZyt6prSqk8fjuaZsPT4AhTaveHp394GAD7mECpRdvaIgeT5i1NYo0VnEu1bifJHeCgbtMh9RtSHYy2AhCGLEPXJIEml5BnrVcVzH+oRb7obSwid0ndE7t3muxsu9zapZrgVcBLg/Y52FdYl2iyZbmsSQqp1//dZaJxPPtSTY+MGAi0RwtAMRlPePutTphszI1SYdrOAWNpgcIjN0QajExJK4m25KIeU1wdhSsjqjp+ccYs+nc7/HiL5Y/Z5dl78SsmKGBNu2ucKjBBEk2XIRrguXvkTM1hq7c09wtheshzPUgIKkuN9Se4xTDRvEsKdYFw6v4aUPuj2YsJ2u+khKPlT+lJJI8RKTEg7wGiFALSWtKjfFQUAzmJC+ml+KxQPSa14RFJmGglsY0K/nRPNgwDZF+VS2lMAkB8TfoozKSKTXA9Z2oqfTKZSv5mpFBX8d61nwkn4TEg9gZHMvqSLc/P688eAIDF7Xfui1BLO/kdNJwzU2T/mxChJhEB0ic89oeCLExsIuN7R2SxPu9VKUdTedYbv6upQCVer6WFr7BPPBJL+BtUE4OZ2P6fuS1YCokg1F4t4r9pBnjEa30FRpPfU1WDre6BT0fzCknZux1CTynacMJIGVReLxA7Arn+YVjyLUHcD3wapSw3nFwNg+/8WI8dm6Ap4IC0qESYuC/vlrrbPgr76MQKT2wMjSbPM9svghTTitiwQJq7/o4g7HlR32yOqc2tPERhJBt+DESSxWSP+xlTfLQMiMMfr5X0NiWI/5ggeZ805ZPRnvin6fATNJZ4tDZLGjeH9abUNgEhIFEgez8dF5falSll4ApOiepLF/uGy2H5xihc6UWPSkmz2DzPeX4jR1Ge+CaXKltg33rgw1LYZ9Q6egASGrkS7374XeckovNPOqZniXeLgk6TOO/yG1K1Ut7OyM3beABire7DrMJoc47BTJT+qCPUPNTKmuhxzKc99fl9NLMJMyrBXdx/U/ancV22O9RCUzKVddXU6/PMDV8IkDas4K/4XwZI33ywOsxWbFfmsQcXUzBbPnsYsaIquqpximxbFNi0lWOQcciIF/nawGnJ3+f6o5No+Xx7PvhTkZJ3qrwa/nsRzKZWc5kACrPk24rzfHvr862O8L+WxLR7Sa/QjzZNwxatglJaWCUYlR/b3Cj3erhrbFlz2IZycj0j6yjqof8+dnIR0vG3Efrt9MjntWYPTxkdwvtyFq4Fhi7PJ48bEsVXN2GOHfDGgsY3Pe06TBARBcU4Kl6diy4iYOmzIlSIPL6qftYlWMi6diKElaa4JT8KDuuelYoWItNmVteSO5wwbRkLOvAUKAWJt6dms6Z6UDyKKyHsLQUIYzGnRAV2PYxIgelN3T/WEiLkuXEG4CN1+a+8PISi69uVpk+T+sL13wBhtchl5ssukd8DbtiwXzwLAz2HkicfGo7b7YoCO8Xj7w7Xiw6j1/jQSkO5L6PS4EgSl/jQt9olKhaB9U3tF5ZlI/3yiGvBry/y8b5NGPPp98z0OBucDlAHfY9BEqG/inxGPpaQa7nHuGIk2m43hO/PjJEgc3QmsdoWPOs4gHE5HFueckdjsHP6lxd+fOmu7ga+NDlE4VHt63v653xsOw9lh6wcm4U8vEP86FXISJOkimX2E878XxI0GAm194qld3NfD078JEplFoUBJ0Dqjn/ezkuwDdrD5qeJ9/jdpTBd7m7OqLqeSuyQ2X/0HxS1nz7VIxFV++ONbsCnPceTIjPEW98JIG/MfBharPzzM6+ZQyBc8yIwxM/eAWgOn+/2ZL+xO9KrOUGaLe7pXY3dsO98VC4lsWWaLXbsV5im1xKveaY4F7iGBdiGkxx/eCu0bBEykLiVhleuyPAIMMaS3gi9IPnAKRNX/1C+EJV6oN3rNPXDoi6gx/JfNgyGW+47wFYCxhpv6k85fhm+GePxbkRfkGMqk1mY0ezeEzGm+cJnTUFfXe6tofFj82xr+r7Ofz497f6P9+7ceR2Gvx7OUqpta9YbPSYUZ8mLcySx6R30YjrfGPrBRllYPX+zCSwAwIcCd+NphpzCCKvsa+7lz7muG3CZ3ws+Fa/phtE3IkmvS0m10dj1qTzanFcukNbUqMwL5npB50Ye3mU70aPFrA1zFkzn+OYJ/DNej61JX7nyBc4Z2lhxD9yK/6WzTC9eG1akV6IwwIcGozB1X31Sy0Mn58oMpT9S9AJj4fiARIfGkMaVtlNwBrytcrSQnNA+E1Fxfj38uNDtn3GMlh7pX4vNjTgUvvr6M+doaFkIEaGEhIS3+rkDuZbpmzbnXvAAJxgWrCP+R7o2nKHvexOaFoLvNjeDguk/LHqXmEIpKIlxLGDg5+8I+L+FtPmju/KVNCxD/6ZJb5X1IZ5hLyJGDtlEB/MjIWyb0rs7FXR7httyzAXB/2nXk7KRQKSBsxUjMBMDh+lq89Sjus7KLyuctXNA7bwK2vFsapBQStqgRk7XjGA1V5YfbHfEhsX6b8+ojiEzEbz1hlUL4DbURHmOXvq6+BXK7VMLPr1HyVBDp6+rMTB6Bvq1WEHra8n1ZvaecUpZfVrPLfsb5srprIRPh59bOy61C/lX1D4M814lvqmGJc/3Dv6gOKclPs/o9tWRxwQX819QDRlbBUeTX1HR+3syUEH5aXW5yKgL5ktrqBdWO6YTy8XNmG1xcPJ5G2A1adGpDFchd6ssJZfVDDH7k0vJV0Qjbc0RMF6TGulEJaeld26PnArkchPL0BZmR6wmBEle7EsL6jvxNC5a5g5YRyuNW3LkVqlOam6uUUB43mKG8rhAsTz5WTijP2rssAgaPZQZC7gvKl4nJn5eFMF402thRUckywUMoK277eipw6UHtfISyGrRtG44DxtSijIRy99iuwQjnrCFJrISlKYlfK1JsD1YnlE8vqx1eJoQKLfpahLJitWMwYottjuEnlPV9G3oq2XOFlnERyvKg8bDPMiFcUl+rJqGsBO+dU2HA00OrEMrdrbDIK34hsuWOW+UmlOWwRhbDeoJ2yP+6FQhlefSWdQOhSiliKxHKyuTlXRWRCe8IrEMYG40VEzVWFXSrBq9WJZS7S1FxkAwCeFk5Mr4yYWxvGLViyzj40FOSmtcQxsPRqFD1nJvvWrbv9YQxoyMwfXouX8epxVebUJaHhoiY3QJhZNQOWq1NGI/HkdvIOQ6C7qh2iRAhhLHNMZ4IH5CATIqChPgkhDCWogGBKR/iZ2k1h99FoghjRY4pBBJA08mtzlVNAglluTf7leolwk8qdP7OhJY6F0oYS59qdqfixINgx9amonPDiCZMNDw4Lmd2pCQBrescmshn0ARhImW2mbiYIRA6K4w12cxEzSyPaoowUU+JRn7gJmnIHut2p0Xo/nKgjSJF6MB7UJOEmfq6Eg0WI2MeZAXlk1ryXjA3RotBpHDkQKuq/yeO7+4HTugkAAAAAElFTkSuQmCC" style="vertical-align: middle;border-style: none;font-family: Roboto, sans-serif;font-size: 20px;height: 30px;width: 30px"/> Ouça no Spotify

 Ouça no iTunes

 Ouça no Android

 Ouça no playerFM

“O carro está ficando mais legal a cada ano”, disse Hamilton ao jornal alemão ‘Sport Bild’. “Assisto as corridas e acho fascinante ver o futuro das corridas de carro”, seguiu.

 
Mas, apesar de achar a série elétrica “divertida”, Hamilton vê a Fórmula E como uma ameaça à essência do esporte a motor.
 
“Essa nova geração não conhece os cheiros do passado ou o som doido dos motores de dez cilindros, por exemplo”, comentou. “Eu estava em Spa em 1996 e me lembro de ouvir o carro de Michael Schumacher e era muito legal. Foi por isso que virei um piloto de F1”, recordou.
 
“As pessoas sempre precisam dessas emoções, toques, cheiros, sons, que, claro, não são mais os mesmos de antes. Tenho certeza de que, se formos nessa direção, a essência básica do esporte a motor está perdida”, ponderou.
 
Perguntado, então, se vê a FE como uma opção para o futuro, Hamilton respondeu: “Até aqui, a F1 sempre foi tudo para mim”.
 
“Quando eu parar, terei muitos sintomas de abstinência, como qualquer piloto de F1, então tem outras categorias para onde poderia ir”, comentou. “Fernando Alonso está na Indy, Gary Paffett é um pouco mais velho do que eu e agora está na Fórmula E. Esse será o futuro”, avaliou.
 
“Então quem sabe. No momento, vou tentar ficar na F1. Enquanto estiver focado e em forma, quero estar lá”, concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube