F1

Hartley é impedido pela Toro Rosso de falar sobre GP dos EUA após desmentir danos no carro de Gasly

A Toro Rosso afirmou que Pierre Gasly estava com assoalho danificado em um GP dos Estados Unidos de vitória pessoal de Brendon Hartley, nono colocado. O neozelandês afirmou que o francês estava com o carro normal e acabou silenciado
Warm Up, da Cidade do México / Redação GP, de Berlim
 Brendon Hartley (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Brendon Hartley se viu em uma saia justa ao contrariar a versão da Toro Rosso sobre o desenrolar do GP dos Estados Unidos. O neozelandês, nono na ocasião, desmentiu que Pierre Gasly, 12º, competiu com um assoalho danificado. A equipe não gostou da postura de Hartley e impediu novos comentários sobre o assunto na sequência do fim de semana no México.
 
Hartley fez o comentário sobre o estado do carro de Gasly com a intenção de destacar a boa forma em Austin, que resultou uma rara vitória na briga interna entre os dois pilotos. A melhora dos resultados contra Pierre, aliás, já foi apontada pela equipe como importante para Brendon renovar o contrato.
 
“Eu sinto que fui ficando mais forte com o passar da temporada e provei isso em Austin. Apesar do que apareceu no comunicado para a imprensa, não havia nada de errado com o outro carro [do Gasly] na corrida”, afirmou Hartley anteriormente. “Eu tive uma performance muito boa e fiquei feliz por somar esses pontos. Eu sei que estou fazendo um bom trabalho e estou ajudando a equipe em termos de desenvolvimento com a Honda, além de mostrar que sei jogar em equipe. Espero continuar ano que vem”, continuou.
Brendon Hartley criou situação chata na Toro Rosso (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Questionado após a classificação no Hermanos Rodríguez sobre os acontecimentos dos EUA e a relação com a Toro Rosso, Hartley não pôde falar. “Sem comentários. Não permitiram que eu falasse sobre isso”, disse.
 
Hartley vive um momento de incerteza na F1. O neozelandês soma quatro pontos contra 28 de Gasly e tem a permanência em 2019 altamente questionada. O principal adversário do bicampeão do Mundial de Endurance pela segunda vaga na equipe – a primeira já sendo de Daniil Kvyat – é Alexander Albon, atual vice-líder da F2.

GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP do México de F1 neste fim de semana com a repórter Evelyn Guimarães.
 
E o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br.