Hartley revela ligação para Red Bull ao saber da saída da Porsche do WEC: “Dei uma dica e eles captaram a mensagem”

Brendon Hartley foi esperto: assim que soube que a Porsche acabaria com seu programa no LMP1 no Mundial de Endurance, entrou em contato com Helmut Marko, consultor da Red Bull, para avisar que estava livre para novas oportunidades. E uma chegou rápido: neste final de semana, ele tem a chance de se provar capaz na F1 no GP dos EUA

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A internet ajudou a criar uma "era de indiretas": nas redes sociais, é até tradicional que poucos usem de frases claramente direcionadas a seu alvo. O "diz que me diz" é  grande. Mas, mesmo sendo jovem (27 anos), Brendon Hartley parece não ser adepto desta maneira de se comunicar. Ou, ao menos, sabe que, para correr na F1, ele deveria ser mais adulto do que isso. Então resolveu ser bem direto: nesta quinta-feira (19), assumiu que ser claro foi um dos motivos que o colocaram na Toro Rosso para o GP dos EUA do próximo domingo.

Hartley contou que ligou para Helmut Marko, consultor da Red Bull, assim que soube que a Porsche sairia do LMP1 do Mundial de Endurance ao final da temporada. Tudo para avisar que estava disponível para uma chance.

"Liguei para Helmut logo após saber que o programa estava acabando, só para dizer que se houvesse uma oportunidade eu estava pronto", explicou. E deu certo. Ele substituirá Pierre Gasly em Austin e concorre a uma vaga na Toro Rosso para 2018, cotado como um possível substituto a Daniil Kvyat na equipe.

"Eu dei a dica, ele captou a mensagem e agora, no último minuto, essa oportunidade surgiu", completou. 

Brendon Hartley vai disputar o GP dos EUA pela Toro Rosso (Foto: Red Bull Content Pool)

Hartley era piloto apoiado pela Red Bull até 2010, quando foi dispensado. Recentemente, ele testou com simulador da equipe, mas afimou que não sabia que o convite para teste era pensando em uma oportuniade como substituto. "Não perguntei muito sobre. Eles disseram 'venha', eu disse 'ok'. Não sabia que havia essa chance de estar no grid em Austin. Foi tudo muito rápido."

Ele revelou também que já não mantinha tanta esperança em correr na F1 um dia: "Aos 27 anos, quando as idades dos pilotos na categoria seguem baixando, não tinha certeza. Eles estão apostando em mim, fizeram a lição de casa deles."

Agora, ele tem uma chance para provar que a ligação para Marko não foi à toa.

RITMO DE FESTA

PADDOCK GP CHEGA À EDIÇÃO 100 COM HISTÓRIAS IMPERDÍVEIS DE EDGARD MELLO FILHO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube