carregando
F1

Heidfeld cita relação difícil, mas coloca Kubica como “companheiro mais completo”

Ao mesmo tempo em que colocou Robert Kubica como o colega de time mais forte que já teve, Nick Heidfeld também criticou a forma como o polonês se relacionava com a equipe nos tempos de parceria na BMW

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
A BMW teve muito sucesso na F1 na parte final da primeira década dos anos 2000 e boa parte dele se deve aos resultados de Robert Kubica e Nick Heidfeld. Mais de dez anos depois, o alemão recordou os tempos de parceria com o polonês e exaltou Kubica como o companheiro de equipe mais completo que já teve, ainda que a relação entre os dois não fosse um mar de rosas.
 
Na opinião de Nick, talvez Kubica não fosse tão bom de corrida quanto Kimi Räikkönen, com quem dividiu a Sauber em 2001, ou tão competente em classificações quanto Mark Webber, que foi parceiro de Heidfeld na Williams em 2005, mas era quem tinha mais qualidade no geral.
 
"Ele foi o companheiro que tive por mais tempo na F1 e eu diria que ele foi o mais completo de todos. Não era rápido como o Räikkönen nas corridas e nem tão bom de classificação quanto o Webber, mas, no geral, no pacote completo, ele era o que tinha mais", disse em participação ao podcast oficial da F1 'Beyond the Grid'.
Nick Heidfeld teve bela carreira na F1, com auge na BMW (Foto: Reprodução)
Mas Heidfeld fez questão de lembrar que o relacionamento não era fácil e que Kubica jogava contra o time para a imprensa em diversas situações por se achar deixado de lado.
 
"O que eu não gostava nele e acho que era algo que o atrapalhava, é que ele achava que a equipe estava me beneficiando e prejudicando ele porque era um alemão em uma equipe alemã. Não gostava disso, ele ficava falando na imprensa e, simplesmente, não era verdade. A equipe não me preferia, não tinha isso", completou.

A BMW esteve no grid entre 2006 e 2009, mas foi em 2007 e 2008 em que ela brilhou, com um vice no Mundial de Construtores e com Kubica chegando a sonhar com título. Em 2009, não acompanhou o novo regulamento, foi atropelada pelo pelotão e deixou a F1 ao final da temporada.


Paddockast #57
MARIANA BECKER e os bastidores da F1


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 
☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.