Honda opta por usar especificação antiga de motor no México. Punido, Gasly volta a largar no fim do grid

Assim como aconteceu no GP dos Estados Unidos, no último fim de semana, e do próprio GP do México do ano passado, Pierre Gasly vai largar na última fila. Nesta sexta-feira, a Honda providenciou a troca de vários componentes do motor, e o francês vai ser novamente punido

Ainda que tenha boa parte dos seus esforços já direcionada para o trabalho no motor que vai equipar a Red Bull e a Toro Rosso em 2019, a Honda precisa tomar decisões a respeito da unidade de potência que empurra os carros de Pierre Gasly e Brendon Hartley. Neste fim de semana de GP do México, a dupla da Toro Rosso vai voltar a usar a especificação 2 da fábrica japonesa, uma vez que a montadora tem um melhor entendimento desta versão no que diz respeito à altitude de 2.200 m da capital mexicana. 
 
Gasly, contudo, vai precisar um novo motor, ainda que da especificação anterior, já que a unidade de potência utilizada no GP dos Estados Unidos apresentou problemas e precisou ser enviada para a sede da Honda em Sakura, no Japão, para avaliações mais detalhadas. 
 
Assim, o francês já teve uma punição anunciada de perda de 15 posições no grid de largada no Hermanos Rodríguez e vai largar novamente na última posição, assim como aconteceu semana passada em Austin. Curiosamente, Gasly também largou no fim do grid do GP do México do ano passado, quando a Toro Rosso ainda contava com os motores Renault.
Pierre Gasly vai largar novamente no fim do grid neste domingo no México (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Hartley, por sua vez, não vai sofrer punição porque vai voltar para um motor já usado na temporada, diferente de Gasly, que vai partir para sua oitava unidade de potência durante o ano. 

 
Pela manhã, o francês completou apenas duas voltas no primeiro treino com a especificação 3 do motor e voltou aos boxes para que Toro Rosso e Honda fizessem a troca dos componentes da unidade de potência, equipando com a segunda especificação. A ideia da Honda é deixar o motor usado no comecinho do primeiro treino pronto para as duas corridas finais do campeonato, no Brasil e em Abu Dhabi.
 
Toyoharu Tanabe, chefe do projeto da Honda para a F1, explicou a decisão que resultou em mais uma punição imposta a Gasly. 
 
“Tínhamos uma preocupação quanto ao motor usado em Austin. Essa unidade de potência foi enviada a Sakura para uma inspeção completa e, no momento, não estamos seguros de que poderemos voltar a usá-la neste ano. Portanto, com a instalação de uma nova, deixamos uma no grupo das unidades disponíveis para o restante da temporada”, declarou o engenheiro.
 
“O motivo de voltar para a especificação anterior, usada até a Rússia, é que temos um melhor entendimento de que essa versão da unidade de potência e estamos mais seguros da nossa capacidade para configurá-la corretamente para as condições específicas aqui na Cidade do México”, justificou.
 
O GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP do México de F1 neste fim de semana com a repórter Evelyn Guimarães.
 
E o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube