Horner diz que Vettel pediu desculpas à Red Bull e garante que Webber fica na equipe até fim do ano

Christian Horner voltou a afirmar que Red Bull queria vitória de Mark Webber e garantiu que não houve malícia da equipe na Malásia. Chefe da esquadra rubro-taurina garantiu que piloto australiano cumprirá seu contrato

Há 20 anos, Senna vencia GP do Brasil pela segunda e última vez

Quatro dias se passaram, mas a confusão envolvendo Sebastian Vettel e Mark Webber ainda dá o que falar. Nesta quinta-feira (28), Christian Horner, chefe da Red Bull, voltou a negar que o piloto australiano esteja considerando a possibilidade de abandonar a corrida. Na esteira da polêmica prova na Malásia, Vettel, como forma de tentar retomar o clima amistoso em Milton Keynes, se dirigiu a cada um dos membros da escuderia taurina e pediu desculpas pea controvérsia em Sepang, no último domingo (24).
 
No GP da Malásia, a Red Bull ordenou que os pilotos mantivessem as posições na parte final da prova — ou seja, com Webber liderando a prova à frente de Vettel —, mas o tricampeão optou por ignorar a orientação do time, partir para o ataque e ultrapassar Mark, que já tinha modificado o mapeamento do motor e reduzido o ritmo, acatando a determinação da escuderia. Com desigualdade absurda de condições, o tricampeão do mundo ultrapassou, ainda que vencendo a resistência do seu companheiro de equipe, assumiu a liderança e venceu a corrida.
Horner garantiu que Webber segue na Red Bull (Foto: Red Bull/ Clive Mason/ Getty Images)

Arrependido por ter desobedecido a Red Bull na Malásia, Vettel tomou uma atitude, revelada por Horner em entrevista à emissora 'Sky Sports'. “Ele não pode voltar no tempo, mas ele aceitou que errou. Ele pediu desculpas à equipe e à cada membro por suas atitudes, porque ele reconhece que a equipe é de vital importância, e ser parte da equipe é crucial para lutar pelos títulos”, afirmou o comandante da Red Bull.

A vitória do germânico provocou cenas constrangedoras, com um dos pódios mais apáticos da história da F1. Em uma entrevista após a corrida, ainda no calor das emoções, Webber declarou que iria repensar sua carreira, o que resultou em inúmeros rumores de que ele deixaria a escuderia

 
“A intenção do time era de que Mark vencesse a corrida”, disse Horner. “Nós não demos de repente a instrução para Sebastian: ‘Vá e ultrapasse seu companheiro de equipe’”, assegurou o chefe do time.
 
“Ele [Webber] é grandinho o suficiente para saber que não houve malícia ou intenção do time de criar nenhuma situação deste tipo”, declarou. “Ele está em um carro capaz de vencer corridas e, tomara, lutar pelo campeonato, então não tenho dúvidas de que Mark vai terminar essa temporada conosco”, completou. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube