F1

Hülkenberg cutuca McLaren e vê Haas como principal rival: “Levo a sério porque são rápidos”

Nico Hülkenberg tem sido o “melhor do resto” na F1: constantemente conduz sua Renault para a melhor posição possível atrás dos carros das três principais equipes e é o sétimo na classificação. E, para ele, a equipe que pode brigar com ele nesta posição é a Haas
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Nico Hülkenberg (Foto: Renault)

Nico Hülkenberg tem sido o "melhor do resto" na F1: é o sétimo colocado no Mundial de Pilotos, atrás dos seis das três principais equipe, e constantemente, na pista, honra esta posição.

E quem, na opinião do alemão, pode brigar com a Renault, quarta colocada entre os Construtores? Para ele, a Haas é a principal adversária a ser temida.

"Parece que, agora, sim, desde os últimos finais de semana", afirmou, quando questionado sobre a equipe americana ser aquela que pode brigar com a francesa. "Acho que mudou, com a Haas chegando mais perto e a McLaren, me parece, perdendo um pouco."
Nico Hülkenberg (Foto: Renault)
A Haas, de fato, aparece em quinto, agora, no Mundial de Consteutores. A briga, porém, é apertada: tem 51 pontos, contra 49 da Force India e 48 da McLaren.

"Levo a Haas a sério porque são rápidos", continuou Hülkenberg. "A maneira com que chegaram até aqui não importa para mim, são fortes no momento e simplesmente temos que lidar com isso. A situação pode mudar rápido, mas eles têm um carro forte e um bom pacote", finalizou o alemão.