Hülkenberg minimiza chance de Sauber aparecer como surpresa do início de temporada em 2013

Cauteloso, Nico Hülkenberg disse que não vê a Sauber como grande surpresa do início de temporada, mas afirmou que o objetivo é conquistar um top-10

Nico Hülkenberg minimizou as chances de a Sauber protagonizar o papel de grande surpresa da primeira parte da temporada da F1 em 2013, que começa neste final de semana, na Austrália. A equipe suíça completou 2012 com quatro pódios, mas Hülkenberg foi quem esteve, a bordo da Force India, diretamente na luta pela vitória no GP do Brasil, que fechou o campeonato passado.

Porém, o jovem alemão afirmou que a união agora não significa necessariamente que o time terá um sucesso maior. "Não muda nada para mim. O fato de ter liderado o GP do Brasil e a Sauber ter conquistado quatro pódios, não muda nada, isso foi no ano passado", afirmou o piloto. "Estamos em um novo ano agora, uma nova situação, então você não pode tomar como certo que conseguiremos os mesmos resultados. Ninguém sabe", completou Nico.

Hülkenberg deseja top-10 no GP da Austrália (Foto: Sauber)

"Não espero surpreender ninguém, na verdade. Gostaria muito, é claro, assim como a equipe. É evidente que o time e o piloto desejam ter um bom relacionamento e uma temporada de sucesso. Mas vamos ter de ir com calma e ver em que posição estamos com relação aos rivais", acrescentou.

Hülkenberg ainda afirmou que o objetivo para o GP australiano, em Melbourne, são os pontos. "É sempre difícil saber como será a temporada apenas com base nos testes de inverno. Mas, como alvo padrão, a meta é o top-10 no grid e na corrida", concluiu.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube