Imprensa italiana critica resultado "padrão" e desempenho "inútil e prejudicial" de Massa em Abu Dhabi

A rodada do piloto brasileiro em uma disputa de posição com Mark Webber não agradou nem um pouco aos italianos, que contavam com a presença de Felipe Massa entre Fernando Alonso e Sebastian Vettel

Sétimo colocado no GP de Abu Dhabi, disputado neste domingo (4), na Marina de Yas, o brasileiro Felipe Massa não conseguiu fazer o que se espera dele na Ferrari: ajudar Fernando Alonso. Com Sebastian Vettel largando dos boxes e a presença do segundo piloto da escuderia de Maranello no meio do caminho, era natural que se esperasse que Massa atrapalhasse a corrida de recuperação do germânico. Não foi o que aconteceu.

Na metade da prova árabe, Massa, em uma disputa de posição com a Red Bull não de Vettel, mas de Mark Webber, rodou e permitiu que o líder do campeonato ganhasse mais uma posição. O brasileiro, depois da prova, reclamou e afirmou que o Webber merecia ser punido, entendimento que não foi o mesmo por parte dos comissários desportivos.

A rodada de Massa deu uma posição a mais a Sebastian Vettel no GP de Abu Dhabi (Foto: Shell/Getty Images)

Para jornalistas italianos, a rodada de Massa é algo inaceitável, o que rendeu novas críticas ao seu desempenho. Em seu blog no site do jornal ‘La Stampa’, Stefano Mancini não usou meias palavras para se referir ao piloto do bólido de número 6: “Ele deveria fazer apenas uma coisa: ficar entre Vettel e seu companheiro, resistir, incomodar, fazer o que se espera de um piloto da Ferrari no momento mais delicado de um Mundial. E o que ele faz? Roda. Uma rodada enquanto brigava com a Red Bull errada. Inútil e prejudicial”.

O ‘La Repubblica’ não falou mal apenas de Massa, mas também de Webber e Jenson Button, que “tiveram desempenhos ridículos, pelo menos em relação aos companheiros de equipe”. Do trio, o inglês foi quem terminou a corrida melhor classificado, em quarto lugar.

Principal publicação esportiva da Itália, o periódico ‘La Gazzetta dello Sport’ não foi tão incisiva quanto outros veículos, mas também mencionou a não-ajuda de Massa a Alonso. “Massa nunca foi protagonista. Tocou em Webber quando deveria conter seu companheiro de equipe”. A ‘Autosprint’, que foi quem mais criticou o brasileiro ao longo de 2012, não foi tão dura como outrora – pelo menos em seu site; a revista desta semana ainda não foi publicada – e apenas disse que o resultado de Massa foi “padrão”.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube