Incomodado com formato dos finais de semana da F1, Hamilton pede alterações: “É a mesma coisa todos os anos”

Lewis Hamilton, na F1 desde 2007, diz não gostar da falta de mudanças no formato dos finais de semana ao longo de todos seus anos na categoria. Como solução, o piloto da Mercedes sugeriu uma programação diferenciada para certas provas do calendário – mesmo sabendo que isso dificilmente acontecerá

Lewis Hamilton parece convencido de que o formato dos finais de semana da F1 precisa passar por alterações. O piloto inglês, ao saber que o Grupo de Estratégia da F1 considera algumas na estrutura – inalterada há quase dez anos – fez questão de apoiar a ideia.
 
“Como um fã da F1, apoio 1000%. É a mesma coisa de quinta-feira, sexta-feira, sábado e domingo em todos os nove anos que estive aqui. A exceção é a classificação, que talvez tenha mudado um pouco. Mas, como um todo, o formato é exatamente o mesmo”, comentou Hamilton.
Lewis Hamilton sabe que algo está errado, mas não sabe o que seria certo (Foto: AP)
Todavia, Lewis não foi capaz de apontar possíveis soluções. Sabendo apenas do que não gosta, o líder do campeonato indicou que uma chacoalhada constante pode ser uma ideia válida.
 
“Não sei qual é a solução. Qualquer um de nós pode aparecer com uma ideia, e 99% delas talvez não fossem tão boas. Mas acho que seria agradável ter um ‘super fim de semana’, seguido de um fim de semana com outra coisa diferente, alternando posições no grid ou algo assim”, disse.
 
Todavia, Hamilton foi realista. Sabe que a metódica F1 dificilmente permitiria formatos especiais para certas provas do calendário – coisa que não é tão difícil de ver acontecer em outros certames.
 
“Acho que seria muito legal. Mas é muito improvável que isso mude algum dia, são só rumores”, concluiu.
 
Enquanto o formato da F1 não muda, Hamilton precisa focar no GP da Rússia deste final de semana. O inglês larga em segundo, depois de perder a pole para o companheiro de equipe, Nico Rosberg.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube