Insatisfeito com 2017, Bottas crê em conquistar títulos mesmo com “gigante e muito profissional” Hamilton ao lado

Valtteri Bottas fez um fraco final de temporada, apesar da vitória na última corrida do ano. Nada feliz com seu desempenho, ele agora se permita sonhar após ano de adaptação com a Mercedes - até mesmo com título, mesmo tendo o tetracampeão Lewis Hamilton como companheiro de equipe

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Valtteri Bottas ficou entre os GP's da Áustria e de Abu Dhabi sem vencer: foram 10 corridas seguidas, enquanto seu companheiro Lewis Hamilton triunfava em seis provas e acabava campeão do mundo. O finlandês não ficou feliz com isso: em entrevista ao jornal 'As', assumiu que não está nada satisfeito com seu primeiro ano na Mercedes, mas se permite sonhar com o futuro.

"Não estou muito feliz, não. Claro, como equipe fomos bem, ganhamos o título com um de nossos pilotos, mas de minha parte não estou contente", declarou Bottas.

"Foi mais ou menos (como esperava)", afimou sobre seu ano de estreia na Mercedes. "Sabia que seria um trabalho difícil e que teria que trabalahr duro para obter bons resultados, mas esperava ter mais sorte", seguiu.

Nem mesmo a luta pelo vice até o final da temporada o alegrou – até por ter perdido essa briga para Sebastian Vettel: "Nas últimas corridas queria focar em mim mesmo. Eu queria voltar a ganhar porque fazia muito tempo já, desde a Áustria", revelou.

Valtteri Bottas comemora a vitória em Abu Dhabi (Foto: AFP)

Ele também comentou sobre seu companheiro. Claro, conviver com um tetracampeão do mundo parece algo difícil, já que Hamilton é uma estrela muito maior que Bottas. Mas não foi a impressão que o finlandês teve nesse primeiro ano de convivência.

"Um grande piloto e muito profissional. Claro, todos sabem que é muito rápido. É um cara agradável, trabalho muito com a equipe. É um gigante, mas tem ótimos modos, é um cara normal como o resto de nós", elogiou.

"Não o conhecia antes, e foi muito bom ter essa chance. Está disposto a trabalhar em equipe e isso é muito bom. Eu só tenho coisas positivas a dizer sobre ele", continuou.

Por fim, Bottas opinou que tem chances sim de  título pela Mercedes, mesmo com Hamilton ao lado: "Sim, mas depende de mim mesmo. Preciso elevar meu rendimento e seguir trabalhando e melhorando. Houve vezes neste ano em que eu poderia ter sido mais rápido, então estou trabalhando duro e acreditando em mim."

FIM DE UMA GERAÇÃO

GIAFFONE: “BRASIL TEVE SORTE POR TER PILOTOS POR TANTO TEMPO NA F1”

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube