Interlagos ganha área de escape asfaltada no S do Senna. Prefeito vistoria e aprova investimento

De acordo com o prefeito da cidade de São Paulo, Gilberto Kassab, cerca de R$ 22 milhões foram gastos para deixar o autódromo preparado para a final do Mundial de 2012

Na manhã desta quinta-feira (8), o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, foi até o Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, para vistoriar as melhorias feitas no circuito visando a edição de 2012 do GP do Brasil de F1, marcado para 25 de novembro. As principais novidades para a prova que pode decidir o campeonato a favor de Sebastian Vettel ou Fernando Alonso são a nova área de escape do S do Senna, primeira curva do traçado de 4309 metros, e a conclusão das obras no setor B das arquibancadas.

Para o prefeito, a mudança mais importante é a conclusão das arquibancadas e da nova tribuna de honra do autódromo. “Elas [as arquibancadas] estão confortáveis, seguras, com uma área de camarotes para que o poder público possa convidar personalidades de todo o Brasil para estarem aqui presentes e que sejam bem recebidos”, disse o político, que deu uma volta de carro pela pista, com paradas no S do Senna e na curva do Lago.

A caixa de brita e a grama foram trocadas pelo asfalto em Interlagos (Foto: Twitter/Renan do Couto)

“Além dessa obra, nós temos uma somatória de pequenas intervenções, cujo resultado é maior que o de uma grande intervenção, principalmente em relação à infraestrutura”, comentou Kassab.

No âmbito esportivo, a alteração mais notável é a do S do Senna. A grama e a caixa de brita foram substituídas pelo asfalto, seguindo o padrão que vem sendo adotado nas pistas mais modernas do Mundial de F1 – e que já é visto em outros pontos de Interlagos, como nas curvas do Lago, do Laranjinha e da Junção. Também foram construídas calhas para ajudar no escoamento da água em caso de chuva.

Outras melhorias destacadas pela SPTuris, adminstradora de Interlagos, foram a criação de acessos subterrânetos para as arquibancadas dos setores M e D, ajudando a reorganizar os espaços no interior do complexo e criando mais 300 vagas de estacionamento – agora o autódromo tem 1700 vagas que podem ser utilizadas por quem trabalha F1. Também foi construído um sistema de esgoto na área das arquibancadas A e D. A previsão é que, em 2013, todo o complexo possua uma rede de esgoto. As chamadas “pequenas intervenções” ainda incluem repinturas nas zebras e manutenção e limpeza de outras áreas.

Segundo Kassab, cerca de R$ 15 milhões foram gastos nas ‘pequenas intervenções’ e mais R$ 7,5 milhões na reforma das arquibancadas, totalizando R$ 22,5 mi. Para aprontar Interlagos para o GP do Brasil de 2011, o orçamento total foi de R$ 30 milhões. “O mundo inteiro assiste o GP. Apenas essa visibilidade justifica todo o investimento feito”, avaliou o prefeito, que disse que a etapa da F1 é o evento que mais deixa recursos na cidade de São Paulo, aproximadamente R$ 250 milhões ao longo do ano.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube