Investigado, Horner vai ao Bahrein e se prepara para chefiar Red Bull nos testes da F1

Depois de afirmar durante o lançamento do RB20 que tudo seguia normalmente, o portal F1 Insider afirmou que Christian Horner viajou com a Red Bull e vai acompanhar os testes de pré-temporada no Bahrein

A Red Bull segue investigando as acusações contra o chefe Christian Horner por “comportamento inapropriado”, mas o dirigente segue trabalhando normalmente junto da equipe. Além de estar presente no lançamento do RB20, o mandatário vai acompanhar as atividades do time taurino durante a pré-temporada da Fórmula 1 no Bahrein, que acontece entre os dias 21 e 23 de fevereiro. Ao menos é isso o que aponta o portal F1 Insider.

No início de fevereiro, o portal neerlandês De Telegraaf trouxe a informação de que Christian Horner, chefe da Red Bull, é alvo de uma investigação interna por parte da equipe por “comportamento inapropriado”. 

Relacionadas


Ainda não se sabe ao certo qual foi a atitude de Horner, mas o jornal Bild e o De Telegraaf afirmaram que as investigações começaram depois de a Red Bull tomar conhecimento de que o chefe teria enviado fotos a uma funcionária, em algo que “passou do limite”. 

Ainda de acordo com o De Telegraaf, Horner tentou um acordo com a denunciante que envolvia o pagamento de £650 mil,  aproximadamente R$ 4 milhões na cotação atual. O mandatário negou todas as acusações.

Christian Horner, GP da Inglaterra, Silverstone, Red Bull, F1 2023
Christian Horner está sendo investigado pela Red Bull (Foto: Red Bull Content Pool)

A primeira audiência do caso aconteceu no dia 9 de fevereiro, mas segundo a Sky Sports, as investigações estão longe do fim e só devem ser concluídas após o período de testes no Bahrein, que vai contar com a presença de Christian entre os dias 21 e 23 de fevereiro. A BBC, por sua vez, entende que o veredito pode se arrastar até o início do campeonato, no dia 2 de março, no GP do Bahrein.

A Fórmula 1 se pronunciou sobre o ocorrido e, em nota, pediu que tudo seja esclarecido rapidamente e de maneira justa. 

A Red Bull fechou 2023 com 860 pontos conquistados, uma margem considerável para a vice Mercedes — que somou 409. Max Verstappen, que venceu 19 de 22 corridas, conquistou o título mundial, enquanto Sergio Pérez terminou na segunda colocação.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.