Irritado com sugestão de que precisa diminuir salário para ficar na Ferrari, Räikkönen esbraveja: “É babaquice”

Kimi Räikkönen mostrou seu pavio curto durante entrevista nesta quinta-feira (18) na Áustria. Se irritou com jornalista que afirmou a necessidade do finlandês aceitar um corte salarial se quiser permanecer na Ferrari

Kimi Räikkönen perdeu a calma nesta quinta-feira (18) na Áustria. O campeão mundial de 2007 não gostou da afirmação da imprensa italiana de que só fica na Ferrari em 2016 se aceitar um corte salarial. Ele chegou a discutir com um dos jornalistas presentes em Spielberg.
 
Räikkönen mostrou interesse em saber quem tinha dado a notícia quando perguntado sobre a veracidade.
 
"Eu gostaria de saber quem escreveu isso. Primeiro de tudo, não tem ideia de como é meu contrato e nunca vai ter. É babaquice de quem diz isso. Continue assim. Não tem ideia do que diz meu contrato", afirmou.
Kimi Räikkönen está com fumaça saindo pelas ventas (Foto AP)
Quando descobriu, confrontou o jornalista dizendo que ele não tem ideia de como é seu contrato com a escuderia e deveria "escrever algo com sentido". 
 
"Então você só surge com merda que tem nada a ver… sim ou não? Você não conhece meu contrato, mas escreve sobre? Então você escreve o que não é verdade… Vamos ver. Talvez você comece a escrever algo com sentido", esbravejou.
 
Sobre a situação contratual, tratou de mostrar a indiferença característica. Disse que a Ferrari tem a opção de mantê-lo ou não, mas só a equipe poderia responder por isso.
 
"Eles têm um contrato, agora precisam assinar. É simples assim. Não é minha decisão, seria necessário perguntar ao time. Se eu não estiver com a Ferrari, não estarei com qualquer time. É simples. Vocês se preocupam mais que eu", falou. 
 
"Eu sempre disse que não vou morrer se não correr ano que vem, mas obviamente quero estar aqui. Acho que o time está na direção certa e no futuro definitivamente seremos o time a ser batido. Ainda temos de trabalhar para melhorar as coisas", disse.
 
As especulações aumentaram após Kimi ser criticado por Maurizio Arrivabene na sequência do GP do Canadá. 
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha todos os treinos para o GP da Áustria AO VIVO e EM TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube