Irritado, Kvyat questiona comissários da F1 por punição dupla no GP do Canadá e dispara: “Circo estúpido do caralho”

Daniil Kvyat mandou a polidez às favas e criticou duramente a postura dos comissários de prova do GP do Canadá por conta de uma punição dupla. O russo teve problemas antes da volta de apresentação e ficou parado na pista. Kvyat conseguiu ligar o carro e acelerar de novo, mas ao alinhar no grid, largou na sua posição original, 11º. A FIA entendeu que o piloto agiu contra a regra e determinou não uma, mas duas punições

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O GP do Canadá não foi dos mais felizes para Daniil Kvyat. O russo levou um grande azar antes mesmo da largada no último domingo (11) porque seu carro apagou na saída da volta de apresentação. Mas mesmo saindo atrás de todo o pelotão, o piloto da Toro Rosso ainda conseguiu recuperar algumas posições perdidas e alinhou na sua colocação original no grid, 11º. Contudo, Kvyat infringiu o regulamento esportivo da F1 e acabou sendo punido. Não só uma vez, mas duas. Daniil disparou fortemente contra os comissários pela dupla punição e mandou a polidez às favas: “Circo estúpido do caralho”, bradou em entrevista à emissora ESPN.

 
O regulamento esportivo determina que o piloto só pode largar da sua posição original no grid caso ele consiga recuperar todas as posições perdidas antes da linha do safety-car, o que não foi o caso de Kvyat. Por isso, o russo foi punido inicialmente com um drive-through. Mas em seguida, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) impôs nova sanção, de dez segundos, que foi cumprida na parada de boxes.
 
No fim das contas, Kvyat acabou abandonando a disputa pouco depois da sua parada. Mas o que ficou foi a extrema irritação do piloto da Toro Rosso com os comissários da F1. “Eles têm um trabalho a fazer, o que não é tão difícil, em minha opinião, e eles não conseguem fazer o trabalho da forma correta. Eles claramente estavam dormindo no escritório, então talvez precisassem de algum café”, disparou.
Daniil Kvyat não poupou críticas aos comissários da F1 após ter recebido uma dupla punição em Montreal (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
“Eles deveriam cancelar essa regra estúpida. Para quem serve essa regra? Nós somos taxistas ou pilotos de F1 aqui? Não entendo isso. É um circo, um circo estúpido do caralho”, xingou Kvyat.
 
O piloto não quis criticar diretamente Charlie Whiting, mas prometeu conversar com o diretor de corridas da F1 para saber o que de fato aconteceu.
 
“Vou falar com Charlie. Isso é irritante, muito irritante. Um trabalho simples, e eles não conseguem fazer isso direito. Talvez seja melhor ir para o motorhome porque agora estou com a cabeça quente e não quero dizer algo equivocado para nenhum deles, e não tenho certeza de que foi Charlie”, disse.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Quero entender, antes de tudo, quem fez esse trabalho. Tudo o que eu sei é que nosso gerente da equipe ficou por dez voltas argumentando com a FIA que eles não deveriam ter aplicado uma punição adicional, e eles disseram: ‘Não, desculpe, nós temos de fazer isso’”, complementou.

 
O desastroso GP do Canadá para Kvyat terminou depois que houve um problema na roda traseira direita, que encerrou sua jornada na volta 55, quando restavam 15 para o fim da corrida. O piloto segue em 15º na tabela do Mundial de F1 e soma apenas quatro pontos. Carlos Sainz, companheiro de equipe que também teve um dia muito infeliz em Montreal — acertou o carro de Felipe Massa e abandonou na primeira volta —, segue com 25.
A NOVA F1 SE APROXIMA MAIS DA INDY. E ÁUDIO EM MÔNACO É PROVA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube