Räikkönen detona “chato” GP de Mônaco: “Pode andar lento e ninguém vai te passar”

A falta de ultrapassagens nas apertadas ruas de Mônaco incomodaram Kimi Räikkönen. Para o experiente finlandês, a largura dos carros atuais da Fórmula 1 atrapalham qualquer tipo de manobra no Principado

Verstappen assume liderança da F1 após vitória: assista aos melhores momentos do GP de Mônaco (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

O GP de Mônaco de 2021 mostrou poucas emoções, como é de costume. Nem mesmo os pilotos experientes parecem ter gostado da prova, ainda mais os que correram do meio para o fim do pelotão, como Kimi Räikkönen, que terminou em 11º.

O piloto da Alfa Romeo não economizou críticas ao circuito que já correu 18 vezes na Fórmula 1 e que, inclusive, venceu em 2005. A falta de ultrapassagens, claro, foi a grande reclamação. “É chato. Eu não vi nada acontecendo na corrida, mas assim é Mônaco. No fim, apenas tentamos finalizar a corrida, só isso. Não acho que você aprenda algo”, afirmou o finlandês ao site GPFans.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Kimi Räikkönen se preparando para ir à pista do Principado (Foto: Alfa Romeo)

“É um lugar muito especial, sabemos disso, mas se nada estranho acontecer na corrida é impossível ultrapassar. Zero. Mas esse é o jeito por aqui. Nós chegamos aqui e sabemos que vamos enfrentar isso. Obviamente, coisas podem acontecer na corrida, mas normalmente você pode andar lento e ninguém vai te passar porque atualmente os carros são largos”, completou.

A corrida de Räikkönen não foi, de fato, das mais animadas. O campeão mundial de 2007 se classificou em 14º, mas ganhou uma posição com o abandono de Charles Leclerc antes mesmo da largada. Na primeira volta, superou Daniel Ricciardo e conquistou mais um posto após a saída de Valtteri Bottas, fechando em 11º.

O finlandês se mostrou mais animado para a próxima corrida, em Baku, apesar de também ser um circuito de rua. “É uma pista completamente diferente, muito rápida e com uma longa reta”, pontuou.

LEIA TAMBÉM
+Opinião GP: Red Bull aproveita fragilidade da Mercedes e acrescenta drama à luta do título

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar