F1

Kubica diz que Mônaco salienta dificuldades da Williams, mas nega surpresa: “Milagres não existem”

Dono do último tempo no primeiro dia de treinos para o GP de Mônaco, Robert Kubica avaliou que as ruas do Principado destacam ainda mais os problemas de aderência da Williams. O polonês, no entanto, negou surpresa com a performance, já que não estava esperando nenhum milagre

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Robert Kubica considerou que as ruas de Mônaco colocam as dificuldades da Williams ainda mais em evidência. Dono do último tempo nesta quinta-feira (23), o polonês afirmou, no entanto, que o desempenho não surpreende, já que ele não estava esperando por nenhum milagre.
 
Neste primeiro dia de atividades na pista de Monte Carlo, Kubica cravou 1min15s146 na melhor de suas 45 voltas na segunda sessão do dia e ficou 4s028 atrás de Lewis Hamilton, o líder dos trabalhos.
Robert Kubica (Foto: Williams)
“Com a falta de aderência que temos, e sofrendo com o downforce geral e a aderência geral do carro, Mônaco não é o lugar mais fácil de pilotar”, disse Kubica. “Infelizmente, a sensação não é ótima, o que era previsível. Você torce por uma boa surpresa, mas milagres não existem”, seguiu.
 
“Quando falta aderência, isso fica ainda mais destacado em Mônaco, e isso dificulta ainda mais para forçar o carro e ter confiança o bastante para poder extrair algo na pilotagem”, explicou.
 
Companheiro do polonês, George Russell apontou que a Williams foi “provavelmente mais lenta do que gostaríamos, e talvez do que esperávamos”. O #63 foi 3s934 mais lento que o ponteiro. 
 
“Em Mônaco, você precisa de confiança com o carro e de um carro consistente e, no momento, nos falta isso”, apontou. 
 
Ciente das limitações, Russell falou em fazer “o melhor de uma situação ruim” e torceu para que Mônaco seja apenas um revés.
 
“Mônaco é um circuito muito especifico e, se dermos passos atrás neste fim de semana, não ficarei muito desapontado, porque não é muito relevante para o resto do ano”, ponderou. “Estamos achando um pouco desafiador agora”, reconheceu.
 
“O ritmo em Barcelona foi muito melhor em um circuito representativo, então não vou tirar muito disso”, concluiu.

A F1 retorna à pista em Monte Carlo apenas no sábado, com a sexta-feira sendo dedicada aos vários eventos programados. O terceiro treino livre está marcado para 7h (horário de Brasília), enquanto a sessão que define o grid de largada acontece às 10h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REALSiga tudo aqui.


 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.