F1

Kubica prevê GP do Bahrein complicado e revela falta de peças de reposição: “Vamos ter de evitar as zebras”

Após sofrer com problema no assoalho no GP da Austrália, Robert Kubica comentou que terá de evitar zebras durante prova no Bahrein por conta da falta de peças de reposição na Williams. Piloto polonês citou que milagres não devem acontecer na segunda prova do campeonato

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
Depois de um final de semana complicado em Melbourne, a expectativa é que a Williams ainda não melhore o desempenho no GP do Bahrein, que acontece neste domingo (31). A equipe, que não entrou na pista em dois dias da pré-temporada e terminou nas duas últimas posições em Albert Park, segue com falta de peças de reposição.

Robert Kubica terminou o GP da Austrália na última colocação, três voltas atrás do vencedor Valtteri Bottas. O polonês teve problemas no assoalho ao passar por uma zebra ainda no primeiro treino livre, o que não poderá se repetir neste fim de semana por conta da limitação dos itens disponíveis para substituição.

"Não é uma situação fácil do ponto de vista dos pilotos porque teremos peças de reposição limitadas. Vendo o que aconteceu no primeiro treino livre da Austrália, quando passei por uma zebra e danifiquei o assoalho, não tivemos como substituir, o que afetou o final de semana inteiro", declarou Kubica.

"É colocar o piloto em uma situação difícil. Amanhã, a situação é essa: você não pode passar nas zebras, ou passe e corra o risco do carro desmontar e não ter peças para colocar", completou.

No primeiro treino livre para o GP do Bahrein, o polonês ficou na 20ª posição, com 3s de desvantagem para Charles Leclerc, o líder da sessão. O piloto da Williams indicou que não existe previsão de melhora no desempenho do FW42 na segunda prova da temporada.

"Realisticamente falando, eu acho que não teremos um fim de semana fácil novamente", disse. "Sabendo das dificuldades que tivemos na Austrália, é verdade que o Bahrein tem configurações e especificações diferentes, mas ainda não é de uma semana para a outra que teremos milagres", declarou.
Robert Kubica sofre com falta de peças de reposição (Foto: Williams)
Apesar do desempenho muito abaixo do resto do grid, o polonês ressaltou o trabalho feito pelos mecânicos. Ele cita que o ideal seria ter boas peças e itens disponíveis para substituição, mas relevou o esforço do time.

"O time está tentando o máximo para conseguirmos o melhor carro possível para pilotar", comentou. "Mas do outro lado, acho que em um mundo perfeito, você teria peças novas para começar o fim de semana, e com algumas de reposição em um bom estado", citou.
 
"Já estamos com problema de performance e agora estamos adicionando outro fator que complica nossas vidas. Mas eu sei que, na fábrica, todos estão trabalhando muito. Só precisamos de mais tempo pra consertar o problema", finalizou.

O GP do Bahrein acontece neste fim de semana, e o GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades EM TEMPO REAL. O TL2 começa às 12h (de Brasília) desta sexta-feira, 29 de março.