Ladrões que roubaram troféus da sede da Red Bull na Inglaterra no fim do ano passado são presos

A história do assalto aos troféus da Red Bull está próxima do fim. Quatro homens integrantes da quadrilha que levou mais de 60 itens da sede da equipe no último ano foram sentenciados à prisão pelo crime organizado

A história do roubo dos troféus na sede da Red Bull, em Milton Keys, no ano passado, finalmente terá um desfecho. Quatro homens que faziam parte da quadrilha responsável pela ação foram presos nesta semana.
 
Em dezembro de 2014, os assaltantes utilizaram um veículo 4×4 para atravessar a porta de vidro da sala das premiações. Na época, mais de 60 peças foram levadas do local, nenhum dos mundiais de Construtores, que fica em outra sala.
 
Apenas após dez dias, cerca de 20 itens foram reavidos pela equipe perto do lago Horseshoe, próximo da cidade de Sandhurst, distante cerca de 100 km da fábrica do time dos energéticos.
Momento do assalto em Milton Keys (Foto: Reprodução/BBC)
Quando o crime aconteceu, Christian Horner afirmou ter ficado devastados, pois “levaram anos e muito trabalho duro para se conquistar tudo aquilo”. O time quatro vezes campeão chegou a oferecer cerca de R$ 39 mil para quem desse pistas de como chegar nos ladrões.
 
O nome dos quatro homens apreendidos são Danny Stevens, Paul Smith, Jason Eastwood e Luke Cole, e eles foram sentenciados culpados pela Corte de Guildford entre dois a sete anos.
 
Ao ler a sentença, o juiz responsável pelo caso, Christopher Critchlow, disse: “Esse foi um crime organizado muito sério, que refletia uma organizada e deliberada conspiração profissional para roubar e assaltar”, afirmou.

Quer ganhar um super kit do GRANDE PRÊMIO no GP do Brasil de F1? Então participe do 'Traz mais um no GP'.É simples:…

Posted by Grande Prêmio on Quinta, 12 de novembro de 2015

PADDOCK GP COM FELIPE MASSA: ASSISTA JÁ

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube