Norris alterna alegria e frustração na Itália: “Perder o 3º lugar é uma merda”

Lando Norris ficou bem feliz com a performance da McLaren nesta sexta-feira em Monza. Por outro lado, lamentou por ter ficado tão perto do terceiro lugar, obtido por Max Verstappen. Já Daniel Ricciardo, só 0s006 atrás de Norris, falou em “muita raiva” durante a sessão

TUDO SOBRE A CLASSIFICAÇÃO DO GP DA ITÁLIA DE FÓRMULA 1 | BRIEFING

A McLaren foi uma das grandes forças da classificação do GP da Itália, na tarde desta sexta-feira (10), em Monza. E não somente com Lando Norris. O prodígio britânico esteve entre os três primeiros colocados no Q1 e no Q2, mas no Q3 foi superado por Max Verstappen por apenas 0s023 e vai largar em quarto na segunda corrida sprint da história da F1, neste sábado. E Daniel Ricciardo também foi bem e, mesmo com raiva, como disse o próprio italiano, terminou o dia em quinto, com diferença de somente 0s006 para Norris.

Lando alternou alegria e frustração ao falar sobre o que conseguiu alcançar nesta tarde em Monza. A performance da McLaren como um todo foi um alento depois de um fim de semana complicado na Holanda. Norris foi apenas o décimo colocado na corrida em Zandvoort, enquanto Daniel Ricciardo foi o 11º. Em Monza, a McLaren alcançou um patamar diferente, mas o britânico não se conformou com o quarto lugar no grid.

LANDO NORRIS; MONZA; CLASSIFICAÇÃO; SEXTA-FEIRA;
Lando Norris foi um dos destaques da sexta-feira em Monza (Foto: McLaren)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

“Odeio essas palavras ‘muito perto’ porque significa que você não fez um trabalho bom o bastante. Estou feliz. Estamos numa posição muito melhor que na semana passada. Uma boa posição para largar. Perder o terceiro lugar é uma merda, mas estava lá”, disse.

Quanto ao sábado, o piloto acredita que pode encontrar uma boa performance. “Estamos confiantes para a corrida”.

Se Norris esteve entre a alegria e a frustração, Ricciardo fechou o habitual sorriso e não escondeu a raiva que sentiu com o que (não) conseguiu neste sábado. O australiano fez uma das suas melhores classificações no ano, mas lamentou ter ficado tão perto do terceiro lugar: tão somente 0s029 para o tempo aferido por Verstappen.

DANIEL RICCIARDO; MONZA; SEXTA-FEIRA; GRANDE PRÊMIO;
Daniel Ricciardo e a máscara que escondeu a raiva em Monza (Foto: McLaren)

Mas Ricciardo ficou com mais raiva ainda porque não conseguiu obter uma pilotagem estável com o carro. O piloto reclamou muito depois da classificação em Monza. “Você vai ver isso nas corridas. Estava com raiva, com muita raiva brigando com o carro”.

Ao falar sobre a volta final no Q3, Daniel reforçou a frustração. “Os dois primeiros setores foram iguais e eu sabia que tinha de buscar algo a mais no último setor. Achei que estava em terceiro, até que me disseram que estava em quinto e as diferenças”.

“Vou segurar [a raiva] e usar isso para a classificação e a corrida”, prometeu o dono do carro #3.

O GP da Holanda reiterou a tônica da temporada 2021 da Fórmula 1: a Red Bull é a melhor equipe. Ouça no Paddockast #120

Assista AO VIVO ao BRIEFING pós-classificação da Fórmula 1, que vai analisar tudo sobre o que aconteceu nesta tarde na sessão que definiu o grid da corrida sprint na Itália. Com apresentação de Victor Martins e comentários de Evelyn Guimarães e Gabriel Carvalho. Tudo no canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube.

A Fórmula 1 volta a acelerar neste sábado a partir de 7h (de Brasília, GMT-3) com o treino livre 2. Já a corrida sprint, ou corrida de classificação, está marcada para 11h30. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar