Norris vê McLaren em processo de evolução e prega cautela sobre pódios em 2021

Lando Norris acredita que a McLaren precisa melhorar para ser mais consistente na Fórmula 1 e que, por isso, o time ainda não está pronto para sonhar com muitos pódios em 2021, mesmo com a chegada dos motores Mercedes

A nova dupla de pilotos da McLaren, com Lando Norris e Daniel Ricciardo, aparenta bom relacionamento, mas não parece estar em sintonia quanto às expectativas para a a temporada 2021. Enquanto o australiano fala sobre títulos na equipe, o inglês não parece muito empolgado com muitos pódios neste ano.

Mesmo com os novos motores Mercedes, Norris não acredita que a McLaren vai brigar por muitos pódios. Em 2020, o time de Woking terminou o Mundial de Construtores na terceira posição e conseguiu apenas dois pódios — um para cada piloto.

“Isso é muita coisa”, disse Norris ao ser questionado se a McLaren vai conseguir vários pódios em 2021. “No ano passado, por alguma razão, as equipes foram capazes de performar melhor em certas partes do campeonato e em pistas específicas. Isso prova como diferentes carros funcionam em condições distintas”.

Lando Norris ficou com a terceira posição no GP da Áustria (Foto: Pirelli)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Nós tínhamos um carro muito bom no começo da temporada, mas, no geral, a Racing Point tinha o terceiro melhor carro do grid, até mesmo o segundo melhor em diversas corridas, mas não obtiveram resultados. O motor Mercedes é um bom começo, um passo adiante, mas não vai resolver tudo, não seremos capazes de chegar ao pódio em todas as corridas”, completou.

Lando ainda comentou sobre as diferentes áreas que a McLaren precisa evoluir ao longo de 2021 para brigar por melhores resultados na parte de cima do pelotão.

“O carro sozinho, e tudo que foi feito na McLaren, ainda precisa melhorar. Das paradas nos boxes até como planejamos as coisas e toda a filosofia do carro. É necessária uma melhora constante”, afirmou o inglês.

“Fizemos melhorias nos últimos dois anos, mas não foi suficiente para competirmos de maneira consistente com queríamos. Ainda fomos mais lentos que a Renault em algumas corridas, mais lentos que a AlphaTauri em outras. Queremos avançar ao ponto de estarmos confiantes em todos os finais de semana”, finalizou.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube