Lauda revela que rivais rejeitaram pedido da Renault para adiar prazo de homologação dos motores

Segundo Niki Lauda, Grupo de Estratégia da F1 tomou decisão acertada ao vetar pedido da montadora francesa, que gostaria de ter mais tempo para trabalhar em sua problemática unidade de força

Niki Lauda afirmou que o Grupo de Estratégia da F1 o pedido da Renault para adiar o prazo para a homologação dos motores para a temporada 2014.

A montadora francesa nega que tenha feito o pedido, o que teria acontecido na última reunião do grupo, semana passada. O tricampeão mundial e atualmente presidente não-executivo da Mercedes afirmou ao jornal austríaco 'Österreich' que a possibilidade havia sido descartada e que "existem regras e todos devem segui-las".

Niki Lauda afirmou que o pedido de adiamento do prazo de homologação de motores foi rejeitado pelos rivais (Foto: Getty Images)

Segundo o 'Bild', o austríaco teria dito que o Grupo de Estratégia – que compreende seis equipes além de Bernie Ecclestone e Jean Todt – tomou "a decisão mais acertada" ao vetar o adiamento.

Ainda segundo Lauda, apesar da pré-temporada indicar que a Mercedes inicia 2014 à frente das demais equipes, a verdadeira situação do grid ficará conhecida apenas após o GP da Austrália.

"O panorama vai ficar mais claro após Melbourne, e mesmo depois disso novos elementos aparecerão. Mas, claro, o título mundial tem de ser nossa meta", afirmou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube