Lauda se rende a “extraordinário” Vettel e mostra preocupação com queda inexplicável da Mercedes em Cingapura

Niki Lauda reverenciou Sebastian Vettel pela performance perfeita no último fim de semana em Marina Bay ao dizer que o tetracampeão “fez uma corrida magistral, como só os grandes campeões sabem fazer”. Por outro lado, o presidente não-executivo da Mercedes está alerta com a queda abrupta do time e a ascensão da Ferrari

O desempenho perfeito de Sebastian Vettel no GP de Cingapura, no último domingo, foi alvo de elogios rasgados por parte de Niki Lauda, presidente não-executivo da principal rival da Ferrari, a Mercedes. Na visão do tricampeão do mundo e dirigente da equipe alemã, Vettel teve uma performance louvável e digna de grandes nomes do esporte. Por outro lado, Lauda não escondeu a preocupação com a ascensão da Ferrari e, principalmente, com a queda inexplicável de ritmo da Mercedes em Marina Bay. Em momento algum, Lewis Hamilton e Nico Rosberg foram competitivos no último fim de semana, ao passo em que a Ferrari dominou sem problemas no circuito urbano.

“Vettel é um piloto extraordinário”, declarou Lauda em entrevista ao diário italiano ‘La Gazzetta dello Sport’. “Fez uma corrida magistral, como só os grandes campeões sabem fazer. Você viu quando, na primeira volta, enfiou 3s no resto? Ele tem duas qualidades que pouquíssimos pilotos possuem: cabeça e velocidade”, acrescentou.

Niki Lauda está bem preocupado com o rendimento abaixo da média — e sem explicação — da Mercedes em Cingapura(Foto: Getty Images)

“Sabe o que mais me preocupa? Ir embora de Cingapura sem entender o que nos fez lentos, ao mesmo tempo em que vi a Ferrari mais forte em anos”, destacou o austríaco.

Mesmo depois de alguns dias após o apagão em Cingapura, Lauda, os pilotos e tampouco os engenheiros da Mercedes conseguiram encontrar uma explicação plausível para a enorme falta de ritmo evidenciada em Marina Bay.

“Eles testaram todos os acertos possíveis no carro, mas nem eles e nem os engenheiros puderam encontrar o que estava acontecendo. O lado positivo é que isso vai nos servir como um sinal de alerta muito bom. Em teoria, o campeonato não está aberto porque seguimos tendo uma grande vantagem para a Ferrari”, disse.

Entretanto, apesar de ressaltar a vantagem que separa Hamilton de Vettel, Lauda prefere não dar a temporada como favas contadas. “Outra corrida ruim, e a Ferrari estará pronta para aproveitar isso com Vettel. Os 49 pontos de Hamilton sobre Vettel são uma boa margem, mas não podemos perder a concentração. Continuo pensando que a Mercedes tem o melhor carro, então estou otimista, mas o Mundial está aberto”, concluiu o dirigente.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube