Leclerc nega polêmica com Vettel, mas diz que quer “ver imagens antes”

Charles Leclerc, que abandonou GP do Brasil depois de um toque com Sebastian Vettel, preferiu falar com cautela sobre o incidente e se negou a apontar o dedo sobre quem teve culpa na batida. E disse ainda que não acredita em um desentendimento com o companheiro de equipe

Uma vez mais, a Ferrari se vê no meio de uma disputa entre seus pilotos. Na parte final do GP do Brasil, corrida realizada na tarde deste domingo (17), em Interlagos, Charles Leclerc, que tinha acabado de mudar os pneus depois do primeiro safety-car, chegou rapidamente no companheiro Sebastian Vettel. Os dois lutavam pela quarta colocação na corrida, quando Leclerc efetuou a ultrapassagem em cima do tetracampeão na entrada do S do Senna. Vettel, então, o seguiu e tirou para passar na reta Oposta, mas os dois acabaram batendo, quando Charles tentou se defender. Resultado: o #16 teve a suspensão dianteira quebrada e o #5, um pneu furado, além do abandono duplo. Ao falar sobre o incidente, o monegasco preferiu a cautela e evitou apontar o dedo.
 
"Foi uma ótima corrida antes daquilo, mas agora não dá para tirar nada de positivo desta prova. Do meu lado, dentro do carro, eu fiz uma boa ultrapassagem na curva 1, eu estava na frente, sabia que Seb tentaria, então bloqueei por dentro e ele tentou por fora. Tinha pouco espaço, mas eu sabia que ele estava ali. Aí acho que ele tentou me espremer um pouco na reta e nós nos tocamos. É uma pena. Eu apenas lamento pelo time. Vamos analisar melhor a situação", explicou Charles aos jornalistas após a etapa em Interlagos.
Sebastian Vettel e Charles Leclerc se chocam em Interlagos (Foto: Reprodução)
"Tudo aconteceu muito rápido e assim que ele veio por dentro, nós nos tocamos e eu tive um furo de pneu", completou o jovem, que disse que não teve oportunidade de falar com Vettel. "Não falei com ele ainda. Mas eu conversei com Mattia (Binotto, chefe da Ferrari). Não vi Seb ainda, mas tenho certeza de que temos maturidade suficiente para deixar isso para trás, porque acho que ambos nos sentimos decepcionados", acrescentou.
 
Leclerc ainda lamentou pela equipe. "Também sento pela equipe. Ter os dois carros abandonando é muito frustrante. Mas acho que temos de colocar isso para trás e trabalhar juntos."
 
Por fim, o dono do carro #16 preferiu relativizar o incidentes. "Ás vezes, essas coisas acontecem. A gente tem que analisar melhor a situação, quero ver as imagens. Eu tenho a minha opinião, mas vamos ver”.
 

O GRANDE PRÊMIO cobre in loco o GP do Brasil com os jornalistas Evelyn Guimarães, Felipe Noronha, Fernando Silva, Flavio Gomes, Gabriel Carvalho, Gabriel Curty e Pedro Henrique Marum, e o fotógrafo Rodrigo Berton. Acompanhe todo o noticiário aqui e tudo dos bastidores e das atividades em pista AO VIVO e em TEMPO REAL.
 

Paddockast # 42
QUEM É VOCÊ NO GP DO BRASIL?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube