F1

Leclerc puxa dobradinha da Ferrari para liderar TL3 movimentado na Inglaterra

Charles Leclerc aproveitou os minutos finais de um treino marcado pela chuva na primeira meia hora para fechar na frente o terceiro e derradeiro treino livre do fim de semana. Sebastian Vettel, 0s026 atrás, completou a dobradinha vermelha neste sábado (13), deixando Lewis Hamilton para trás

Grande Prêmio / FERNANDO SILVA, de Sumaré
Depois de a Red Bull liderar o primeiro treino do fim de semana em Silverstone com Pierre Gasly e Valtteri Bottas ter fechado a sexta-feira na frente, foi a vez de a Ferrari encabeçar a tabela de tempos na terceira sessão do GP da Inglaterra de Fórmula 1. Na manhã deste sábado (13), Charles Leclerc colocou a equipe italiana na frente, com direito a 1-2 completado nos minutos finais por Sebastian Vettel. O monegasco cravou 1min25s905, o melhor tempo do fim de semana até agora, enquanto Vettel terminou 0s026 atrás.

Lewis Hamilton comandou boa parte da sessão, mas acabou sendo superado pela dupla da Ferrari e finalizou em terceiro lugar, apenas 0s049 atrás de Leclerc. Aí novamente Pierre Gasly terminou à frente de Max Verstappen no fim de semana. O francês finalizou a manhã em quarto, seguido pelo companheiro de Red Bull. E Valtteri Bottas, depois de ter liderado o treino por alguns instantes, foi o sexto.
Charles Leclerc anotou o melhor tempo do fim de semana até agora (Foto: Ferrari)
Lando Norris, com a McLaren, foi de novo o melhor do resto, completando em sétimo lugar, logo à frente da dupla da Renault, com Nico Hülkenberg em oitavo e Daniel Ricciardo em nono. E pela terceira vez no fim de semana, Alexander Albon se colocou no top-10 com o carro da Toro Rosso.

A definição do grid de largada do GP da Inglaterra acontece logo mais, a partir das 10h (horário de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Saiba como foi o terceiro treino livre do GP da Inglaterra


Luz verde em Silverstone pontualmente às 11h locais para o terceiro e último treino livre antes da classificação. Com céu bastante nublado — 16ºC de temperatura ambiente e 26ºC no asfalto —, os pilotos deiraram os boxes para as primeiras voltas de avaliação antes de buscarem os tempos mais rápidos.

O primeiro tempo do dia foi registrado por registrado por um dos donos da casa. George Russell cravou 1min37s974 com o carro da Williams, fazendo uso dos pneus médios. Na volta seguinte, o britânico registru 1min31s810. Pouco depois, a chuva começou a dar as caras novamente em Silverstone.
Chuva na manhã deste sábado em Silverstone (Foto: F1/Twitter)
Com chuva, as equipes foram mais cautelosas sobre mandar seus pilotos para a pista. Charles Leclerc e Daniel Ricciardo chegaram a sair dos boxes com pneus intermediários, mas não chegaram a marcar tempo.

Aos poucos, mais pilotos ganharam a pista. A dupla da Mercedes encarou o asfalto úmido com os pneus intermediários. Mas os tempos foram bem acima do registrado por Russell minutos antes. Lewis Hamilton sequer completou volta, enquanto Valtteri Bottas virou 3s613 mais lento que o jovem britânico da Williams.

Minutos depois, já na metade final da sessão, Hamilton voltou a acelerar e foi aplaudido pela torcida nas arquibancadas. Mas com os pneus macios. A chuva já não se fazia mais presente e fez com que as equipes buscassem aproveitar ao máximo os minutos finais de treino. O dono da casa não teve dificuldades para registrar 1min28s988. Em seguida, Bottas provou que a pista estava bem mais rápida e superou com folga o tempo do companheiro de equipe: 1min27s524.
Com a chuva, o treino ficou esvaziado na primeira meia hora, e só Russell tinha tempo (Foto: F1/Twitter)
Aí foi a vez de Leclerc voltar à pista e superar o tempo do finlandês para colocar a Ferrari na frente com 1min27s446. Mas o tempo do monegasco na liderança durou só alguns segundos, já que Hamilton completou sua volta seguinte em 1min26s746, enquanto Bottas foi 0s459 mais lento. E Pierre Gasly, que surpreendeu ao liderar o primeiro treino na sexta-feira, acelerava depois de reportar barulhos estranhos no motor.

Hamilton liderava a sessão, enquanto a dupla da Ferrari aparecia logo atrás, com Leclerc e Vettel completando o top-3. Mas aí veio Bottas para superar a todos e marcar 1min26s458, o melhor tempo do fim de semana até então. O finlandês dava sequência ao bom momento no fim de semana depois de protagonizar os dois treinos de sexta-feira em Silverstone. A lista dos tempos mostrava duas Mercedes, duas Ferrari e duas Red Bull entre os seis primeiros. Alexander Albon, com pneus médios, seguia surpreendendo com a Toro Rosso e aparecia em sétimo, seguido pelo companheiro de equipe, Daniil Kvyat.

Aí outro dos donos da casa no fim de semana, Lando Norris, tratou de colocar novamente a McLaren em boa posição ao subir para sexto. Sexto que virou sétimo em seguida, depois de Daniel Ricciardo subir para a quinta colocação, atrás dos carros da Ferrari e à frente da Red Bull de Gasly. A sessão também tinha mudança na liderança, com Hamilton voltando à ponta depois de marcar 1min26s338. E Verstappen avançava à terceira colocação, impulsionado pelo motor Honda que mostrava grande performance no fim de semana.

Gasly voltou a encaixar boa volta e seguiu Verstappen para superar os carros da Ferrari. O francês avançou para a quarta colocação, logo atrás do holandês, deixando Leclerc em quinto e Vettel na sexta posição. Max melhorou bem seu tempo segundos depois e encostou na dupla da Mercedes, ficando a 0s191 da volta de Hamilton.
Daniil Kvyat fecha Valtteri Bottas na curva Woodcote em Silverstone (Foto: F1/Twitter)
Só que a Mercedes não estava garantida na liderança. Leclerc conseguiu grande volta e superou os dois carros prateados. Com 1min25s905, o monegasco colocou a Ferrari na ponta. A dobradinha vermelha foi completada minutos depois por Vettel, que ficou 0s026 atrás do companheiro de equipe.

Também nos minutos finais, Bottas quase sofreu um acidente mais sério. O finlandês foi fechado pela Toro Rosso de Kvyat na curva Woodcote e por pouco não acertou o guard-rail. No fim, Valtteri acabou sendo superado por Verstappen e Gasly caiu para sexto. O francês andou bem de novo e se colocou na quarta posição, logo à frente de Verstappen, que também terminou a sessão com tempo melhor que o de Bottas.

F1 2019, GP da Inglaterra, Silverstone, treino livre 3:

1 C LECLERC Ferrari 1:25.905   17
2 L HAMILTON Mercedes 1:25.954 +0.049 16
3 S VETTEL Ferrari 1:25.954 +0.049 21
4 P GASLY Red Bull Honda 1:26.118 +0.213 15
5 M VERSTAPPEN Red Bull Honda 1:26.440 +0.535 14
6 V BOTTAS Mercedes 1:26.456 +0.551 20
7 L NORRIS McLaren Renault 1:26.689 +0.784 15
8 N HÜLKENBERG Renault 1:26.945 +1.040 16
9 D RICCIARDO Renault 1:26.965 +1.060 15
10 A ALBON Toro Rosso Honda 1:26.976 +1.071 17
11 A GIOVINAZZI Alfa Romeo Ferrari 1:27.036 +1.131 16
12 C SAINZ JR McLaren Renault 1:27.106 +1.201 15
13 D KVYAT Toro Rosso Honda 1:27.108 +1.203 18
14 R GROSJEAN Haas Ferrari 1:27.110 +1.205 16
15 K MAGNUSSEN Haas Ferrari 1:27.275 +1.370 16
16 K RÄIKKÖNEN Alfa Romeo Ferrari 1:27.424 +1.519 15
17 L STROLL Racing Point Mercedes 1:27.544 +1.639 14
18 S PÉREZ Racing Point Mercedes 1:27.598 +1.693 12
19 G RUSSELL Williams Mercedes 1:29.065 +3.160 22
20 R KUBICA Williams Mercedes 1:29.450 +3.545 19
    Tempo 107% 1:31.918 +6.013  
           
REC L HAMILTON Mercedes 1:25.892 07/07/2018  
MV L HAMILTON Mercedes 1:30.621 16/07/20109  


Paddockast #24
A BATALHA: Indy x MotoGP


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.