Leclerc revela desejo de testar MotoGP: “Mas não sei se a Ferrari se sente assim”

Charles Leclerc admitiu que tem vontade de testar um protótipo da MotoGP, mas reconheceu que não sabe se conseguiria autorização da Ferrari. O monegasco contou que a escuderia italiana ficou um pouco brava por ele ter saltado de paraquedas em Dubai

Lewis Hamilton não é o único piloto de Fórmula 1 interessado na MotoGP. Charles Leclerc admitiu que, tal qual o britânico, também tem vontade de testar um protótipo da classe rainha do Mundial de Motovelocidade.
 
Charles Leclerc (Foto: Reprodução)
Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Contratado pela Ferrari até 2024, Leclerc se disse interessado por motos e revelou que gostaria de ter a chance de testar, mas admitiu que a autorização da escuderia de Maranello pode ser um problema.
 
“Eu adoraria testar, pois gosto de motocicletas em geral”, disse Leclerc à publicação germânica ‘Speed Week’. “Mas não tenho certeza se a Ferrari se sente da mesma forma. Eu teria de pedir permissão primeiro, e não sei se conseguiria”, contou.
 
Neste período de férias, aliás, Charles ‘se rebelou’ e decidiu realizar o sonho de saltar de paraquedas sem pedir a autorização da Ferrari.
 
“Normalmente, se tenho algo um pouco fora do comum em mente, sempre peço para a Ferrari”, explicou Leclerc ao jornal italiano ‘La Gazzetta dello Sport’. “Mas, no caso do salto de paraquedas, fiz uma exceção. Disse a mim mesmo que, ainda que tivesse algum problema, acho que não teria a oportunidade de ser repreendido”, continuou.
 
“Quando eles descobriram, ficaram um pouco bravos, mas não vou fazer isso uma segunda vez”, concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar