Hamilton celebra mudança e prevê Red Bull mais forte com Pérez: “Foi incrível neste ano”

O heptacampeão exaltou a nova casa do mexicano e já espera que a equipe taurina vai dar trabalho para a Mercedes, pois serão dois pilotos brigando diretamente

Lewis Hamilton já espera encarar uma briga difícil com a Red Bull por conta da chegada de Sergio Pérez. O inglês comemorou a ida do mexicano para a equipe taurina e apontou que o time vai ser bastante beneficiado pela experiência e competitividade do competidor.

A temporada 2021 marca a 11ª de Checo na Fórmula 1. Em 2020, teve sua campanha mais forte na categoria e ao alcançar sua primeira vitória após 191 corridas disputas e mais outro pódio, somou 125 pontos e encerrou a classificação na quarta colocação, atrás apenas da dupla da Mercedes e Max Verstappen.

“Naturalmente, vai fazer a Red Bull mais forte, especialmente da maneira que Sergio tem pilotado. Acredito que foi incrível neste ano e realmente mereceu a vaga. Fiquei muito, muito feliz que conseguiu ir para uma das equipes de ponta e recebeu a oportunidade. Acredito que vai ser uma briga animadora de assistir contra Max”, opinou Hamilton.

Hamilton crê que a Red Bull tomou decisão certa ao assinar com Pérez (Foto: Reprodução)


Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Isso vai tornar as coisas muito mais difíceis para nós como equipe, teremos de melhorar nosso jogo, pois vai ser uma briga que não temos visto faz um tempo, ter dois pilotos brigando contra nós. Mas gostamos disso como equipe, é para isso que trabalhamos, amamos o desafio e isso torna as coisas muito mais animadoras”, seguiu.

“Com todo respeito a Alex [Albon], nas corridas que tivemos em 2020 tem sido Valtteri [Bottas] e eu contra Max. Já estive na posição que Max está, quando estava na McLaren, eu liderava e o segundo carro não estava na briga. Quando brigávamos contra a Ferrari, podiam jogar, usar diferentes estratégias e dificultar muito para nós”, encerrou.

Pérez chega à Red Bull para substituir Albon, que é colocado como piloto reserva para 2021. O tailandês subiu ao time principal para substituir o rebaixado Pierre Gasly na metade do último ano e desde então, teve dois pódios em 2020 como melhores resultados. No mesmo período, Max terminou 15 vezes no top-3, três delas com vitórias.

Durante sua rápida passagem pela equipe taurina, o francês também não conseguiu fazer frente ao companheiro e conseguiu apenas um quarto lugar como melhor chegada. Desde que voltou à AlphaTauri subiu duas vezes ao pódio, uma com triunfo.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube