Hamilton diz que redução de peso dos carros da F1 2026 é insuficiente: “Ainda está pesado”

Lewis Hamilton valorizou o caminho sustentável dos novos motores da Fórmula 1, mas acredita que a diminuição de 30kg no peso dos carros não é suficiente

Heptacampeão mundial, Lewis Hamilton, da Mercedes, deu o primeiro ponto de vista sobre a mudança de regulamento de 2026 da Fórmula 1. A FIA anunciou, nesta quinta-feira (6), novidades que vão além da introdução do novo motor, como alteração no DRS, que deixará de existir para a criação de um novo sistema que visa facilitar a ultrapassagem, por meio de ganho de potência.

Outra alteração relevante é no peso dos carros, que aumentou muito nos últimos 10 anos e criou uma tendência negativa. A partir de 2026, os carros devem pesar, no mínimo, 768kg contra os 798 atuais. Lewis, um dos grandes críticos da questão, acha que ainda não é suficiente.

“São apenas 30kg. Então, está indo na direção correta, mas ainda está pesado. Apenas vi o que vocês viram nesta manhã. Não tenho grandes opiniões sobre ainda, falei com alguns pilotos que pilotaram no simulador, já que eu não pilotei, e disseram que é bem lento. Então, veremos se está indo na direção correta ou não”, afirmou.

 Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

A Mercedes minimizou a seca de títulos na F1 (Foto: Mercedes)

Apesar disso, Hamilton valorizou o “caminho natural” da Fórmula 1 em apostar em motores mais sustentáveis a partir de 2026. A F1 concordou em manter o motor turbo híbrido V6, mas com ajustes fundamentais para ampliar a noção de sustentabilidade e a redução dos custos. Ficou definido o aumento de energia elétrica nas unidades, o fim do MGU-H (peça utilizada para recuperação de energia), e um novo MGU-K que gera o triplo de potência.

“Acho que em termos de sustentabilidade no motor, é um passo ousado e na direção correta. Precisamos apenas ter certeza de que os carros são eficientes, rápidos e um passo natural à frente, e que as corridas melhorem”, concluiu.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do GP do Canadá de Fórmula 1 e transmite classificação e corrida em segunda tela, em parceria com a Voz do Esporte, na GPTV, o canal do GP no Youtube. Além disso, debate tudo que aconteceu na pista com o Briefing após classificação e corrida. Na sexta-feira (7), o TL1 está marcado para as 14h30 (de Brasília, GMT-3), enquanto o  TL2 encerra o dia às 18h. No sábado, o TL3 abre as atividades às 13h30, ao passo que a classificação está marcada para as 17h. Por fim, a largada está marcada para as 15h do domingo.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.