Hamilton elege chegar à F1 como maior lance da carreira: “Não achei que aconteceria”

Lewis Hamilton chegou à Fórmula 1 em 2007 e teve uma das estreias mais impressionantes de um piloto na categoria, mas o caminho difícil até lá o levou a duvidar que seria possível

Com 39 anos recém-completados e dono do recorde de vitórias na Fórmula 1 com 103 triunfos, Lewis Hamilton admitiu que duvidou que conseguiria chegar à elite do automobilismo mundial por conta das dificuldades no início. É por essa razão que a estreia na F1 é o seu momento favorito na carreira.

A revelação foi feita num vídeo de perguntas e respostas publicado pela Mercedes no canal oficial da equipe. Ao ser questionado sobre o momento favorito da própria carreira, o britânico não escolheu o dia que igualou as 41 vitórias do ídolo Ayrton Senna ou quando bateu o recorde de Michael Schumacher, tampouco a conquista do hepta. O que mais marcou a carreira de Lewis até aqui foi o começo de tudo.

Relacionadas


Hamilton estreou na F1 em 2007 apoiado pela McLaren logo após campanha irretocável na GP2 (atual Fórmula 2). Em 21 corridas realizadas, foram cinco vitórias e outros nove pódios com a ART.

No time de Woking, Hamilton teve uma das estreias mais impressionantes de um piloto ao subir ao pódio já na corrida de abertura, na Austrália, ao cruzar a linha de chegada em Melbourne em terceiro lugar.

Lewis Hamilton comemora primeira vitória da carreira (Foto: McLaren)

“Um dos meus momentos favoritos foi chegar à F1”, recordou Hamilton. “Não conseguíamos acreditar. Foram tantos momentos sombrios e difíceis que realmente achamos que nunca iria acontecer”, confessou, emendando, em seguida, que nunca pensou em desistir

“Nós nunca desistimos. Ver meu pai na primeira vitória em Montreal, olhar para ele do pódio, foi uma validação de que todas as noites e viagens que fizemos, a adversidade que enfrentamos valeu a pena”, assegurou.

Hamilton também foi questionado sobre sua era favorita da F1 e lembrou da chance que teve de guiar o mítico MP4/4 de Ayrton Senna. “Acho que os carros daquela época eram muito menos eficientes aerodinamicamente. Era mais como um kart, porque eles tinham pneus enormes com aderência mecânica”, finalizou.

 A Fórmula 1 retorna às pistas de 21 a 23 de fevereiro, com os testes coletivos da pré-temporada no Bahrein, no circuito de Sakhir.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.