Hamilton fica intrigado sobre nunca ter ido para Ferrari: “Jamais vou saber o por quê”

Lewis Hamilton já chegou a conversar de maneira informal com dirigentes da Ferrari, mas jamais se aproximou pra valer de um contrato para defender a lendária equipe de Maranello

LEWIS HAMILTON na FERRARI: por que a F1 não viu essa parceria? | GP às 10

Ao longo dos últimos anos, aqui e ali, o nome de Lewis Hamilton foi, por algumas vezes, ligado à Ferrari para um eventual acordo. Algo que jamais aconteceu. O piloto chegou a se encontrar com John Elkann, presidente da marca italiana, para “encontros sociais” ao longo de 2019. E pasme: meses depois, Eddie Jordan chegou a afirmar que o hoje heptacampeão iria para a escuderia de Maranello em 2021 e levaria consigo Toto Wolff. Claro que tal cenário nunca se concretizou.

No fim das contas, a Ferrari optou por agregar mais juventude à sua dupla de pilotos depois que Sebastian Vettel deixou a equipe, no fim da temporada passada, e anunciou a contratação de Carlos Sainz, ainda em maio de 2020, para formar dupla com Charles Leclerc neste ano. E Mattia Binotto disse que a Ferrari “não vai se arrepender” por não ter procurado Hamilton.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

A Ferrari jamais chegou a procurar Lewis Hamilton para tê-lo como piloto na F1 (Foto: AFP)

Justamente por isso que Hamilton se mostrou intrigado. Em entrevista à emissora Sky Sports Italia, o dono de 100 vitórias na Fórmula 1 disse que sempre recebeu o carinho dos tifosi, mas que isso nunca se converteu efetivamente num convite formal por parte da Ferrari, mesmo com todos os resultados que obteve na pista ao longo da sua carreira.

“Durante muitos anos, quando chegava a Monza e me aproximava dos fãs, pude escutá-los dizendo: ‘Venha para a Ferrari’. Isso aqueceu meu coração, mas é incrível nunca ter pilotado para a Ferrari nesses anos todos. Porque é um sonho para qualquer um, uma meta para alcançar”, declarou.

“Nunca foi possível e jamais vou saber o por quê”, acrescentou Lewis, que em 2021 chegou a afirmar que “as posições nunca se alinharam” para que fosse possível um dia representar Maranello.

Nos últimos anos, a Ferrari sempre foi atrás de pilotos que estavam no auge da forma na Fórmula 1. Foi assim com Michael Schumacher, que foi o grande nome da escuderia entre 1996 e 2006, depois com Kimi Räikkönen, Fernando Alonso e Sebastian Vettel, sempre com contratações a peso de ouro. Mas Lewis jamais recebeu tal convite.

Hamilton nunca pilotou um carro de F1 construído em Maranello, mas tem na sua vasta coleção dois carros da marca italiana: os modelos LaFerrari e a 599 GTO. “Vejo fotos dos seus pilotos, e o vermelho sempre será especial. Tenho duas Ferrari em casa. Posso dirigir esses carros, mas não uma Ferrari de Fórmula 1”.

Mesmo com o carinho que tem pelos tifosi e o respeito que leva para com a Ferrari, Hamilton, ciente que já está na parte final da carreira depois de ter assinado um novo contrato com a Mercedes — válido até o fim de 2023 —, se mostrou tranquilo e aproveitou até para ironizar a equipe que o preteriu.

“Desejo tudo do melhor, e no meu futuro próximo vou seguir impedindo-os de conquistar o título”, brincou.

HAMILTON VENCE, MAS MERCEDES SENTE REAÇÃO DE VERSTAPPEN NA F1 2021 | Paddock GP #258

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar