Hamilton pede para Mercedes “manter pressão” na FIA sobre asa flexível da Red Bull

Lewis Hamilton não ficou satisfeito com a decisão da FIA sobre a asa flexível da Red Bull, vista no GP da Espanha. Por isso, quer seguir com os questionamentos nos dirigentes para evitar um favorecimento à rival

Trailer dos personagens clássicos do F1 2021 (Vídeo: Codemasters)

Durante o GP da Espanha, Lewis Hamilton ficou atrás de Max Verstappen e notou que a asa traseira da Red Bull era flexível, ganhando até três décimos na reta principal de Barcelona. Depois do incidente, a Federação Internacional de Automobilismo anunciou que vai endurecer os testes e que até junho todas as equipes precisam estar de acordo com as regras estabelecidas.

Porém, os carros estão permitidos se alinharem com o regulamento até julho. Em entrevista à emissora Sky Sports, Hamilton afirmou que a FIA adotou uma abordagem de aguardar para tomar uma decisão e que isso pode favorecer a Red Bull nas próximas etapas.

“Vão ser pelo menos seis décimos lá [em Baku, no Azerbaijão]. Nós precisamos manter a pressão na FIA para fazer um controle melhor das coisas, sabe?”, declarou o heptacampão mundial.

LEWIS HAMILTON; MAX VERSTAPPEN; GP DA ESPANHA; F1;
Lewis Hamilton em batalha com Max Verstappen em Barcelona (Foto: Bryn Lennon/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Se você olhar para a última corrida, por exemplo, nós deveríamos manter os cobertores de pneus na classificação, mas a Red Bull foi permitida retirar e mais ninguém teve isso. Então, acho que apenas precisamos ser consistentes para todos. O que precisamos entender é que esses engenheiros são gênios, então se você deixar uma brecha, vão aproveitar”, completou.

Após o GP da Espanha, Helmut Marko, consultor da Red Bull, acusou a Mercedes de inflar a polêmica sobre a asa flexível do time em Barcelona. “Passamos em todos os testes anteriores e vamos continuar passando nos próximos, isso mostra o quão sério a Mercedes encara o nosso trabalho”, afirmou o dirigente.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar