Hamilton pede por relatório público da FIA sobre Abu Dhabi: “Para irmos em frente”

Após FIA anunciar saída de Michael Masi do cargo de diretor de provas, Lewis Hamilton pediu que entidade torne público relatório que levou à decisão, com investigação sobre eventos de Abu Dhabi

AS 10 VEZES QUE A FIA INTERFERIU (E MUITO) NAS CORRIDAS DA FÓRMULA 1

A FIA lançou uma investigação sobre os eventos ocorridos na última etapa da temporada 2021, em Abu Dhabi, que culminou na saída de Michael Masi do posto de diretor de prova da F1, que agora será acumulado por Niels Wittich e Eduardo Freitas. No entanto, muito além das decisões tomadas pela entidade em relação ao futuro, parte do público e do paddock — como Lewis Hamilton, por exemplo — quer saber o que foi determinado sobre os eventos do passado — ou seja, na corrida nos Emirados Árabes.

A entidade divulgou a existência de um relatório utilizado como base para a tomada de decisões no mês de fevereiro, mas não confirmou se ele será divulgado ao público. Hamilton acredita que o conteúdo da investigação deveria ser de conhecimento público, para que a razão das decisões de Masi no GP de Abu Dhabi seja elucidada completamente.

“Eu não vi [o relatório], não sabia que já tinha saído”, disse o heptacampeão mundial. “Mas acho que estou animado para ver os resultados. Espero que todo mundo possa ver, para que talvez tenham um entendimento melhor de tudo. E acho que em último caso, como tudo, é sobre entender onde estivemos para que possamos ir em frente sob uma luz positiva”, explicou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

George Russell, Lewis Hamilton e Toto Wolff lançaram o W13 da Mercedes (Foto: Mercedes)

Uma das possibilidades da FIA é aguardar a reunião do Conselho Mundial de Automobilismo, que acontece em março — logo antes da abertura da temporada. Assim, com aprovação do conselho, a entidade poderia divulgar o conteúdo do material.

Em dezembro, quando anunciou a investigação, a federação havia divulgado que “trabalharia em conjunto com mídia e fãs para explicar melhor as coisas”.

“Esse assunto será discutido e endereçado a todas as equipes e pilotos para que tenham o aprendizado da situação e para que seja claro aos participantes, mídia e fãs as regras atuais, além de preservar a natureza competitiva de nosso esporte enquanto garantimos a segurança de pilotos e oficiais”, explicou a FIA na ocasião.

A Fórmula 1 terá três dias de pré-temporada em Barcelona, na Espanha, entre a próxima quarta e a próxima sexta-feira. Em seguida, mais três datas de 10 a 12 de março, no Bahrein, antes da abertura do campeonato, ainda em Sakhir, uma semana depois.

LEWIS HAMILTON; MAX VERSTAPPEN; F1; FÓRMULA 1; GP DE ABU DHABI;
Perda do título de 2021 abalou Hamilton, que “sumiu” por quase dois meses (Foto: Clive Rose/Getty Images/Red Bull Content Pool)

+ LEIA MAIS
Williams define escalação dos pilotos para pré-temporada da F1 em Barcelona

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar