Hamilton reconhece que atualização do W12 “não está nos planos” da Mercedes

Apesar de desejar atualizações para o W12, Lewis Hamilton tem consciência de que o assunto não está na lista de prioridades da Mercedes

Verstappen domina e vence na casa da Red Bull: os melhores momentos do GP da Estíria (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

O duro revés diante de uma vitória dominante de Max Verstappen no GP da Estíria do último domingo (27) fez Lewis Hamilton melhorias importantes no W12, carro da Mercedes para a temporada 2021, para ter chances de lutar contra a Red Bull pelo título neste ano. Contudo, o heptacampeão acredita que, diante da decisão da equipe liderada por Toto Wolff de abrir mão do desenvolvimento do modelo deste ano para focar nos trabalhos do carro do ano que vem, um esperado pacote de atualizações não faz parte dos planos.

Apesar de mostrar confiança e reconhecer os esforços da equipe de Brackley, Hamilton reiterou o pedido por atualizações, mas também afirmou que não adianta muito solicitar tais evoluções, visto que o assunto está fora de cogitação na equipe anglo-alemã, que já começa a pensar no desenvolvimento do modelo de 2022, que abrirá uma nova era da F1 com a revolução no regulamento técnico que está por vir, trazendo ao grid uma nova geração de carros.

LEIA TAMBÉM
OPINIÃO GP: Red Bull inverte papéis, vira melhor equipe e vê Mercedes de mãos atadas

Lewis Hamilton cobrou a Mercedes por atualizações no W12 para lutar contra a Red Bull pelo título (Foto: AFP)

+O resultado do GP da Estíria de Fórmula 1
+A classificação da Fórmula 1 depois do GP da Estíria

“Olha, estou cercado de um grupo incrivelmente inteligente e forte que trabalha nos bastidores e se responsabiliza por essas decisões. Obviamente, você tem de tentar fazer um balanço com sua equipe, levando em conta o novo teto orçamentário”, disse Hamilton.

“Naturalmente, adoraríamos ter atualizações e melhorias, mas não acho que isso está nos planos. É claro, que em alguma reunião iremos falar sobre isso, mas essa é a situação de momento”, comentou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Mesmo entendendo os fatores que levaram a Mercedes a tomar a decisão, Hamilton voltou a trazer à baila a vontade de ter atualizações no carro para seguir competitivo em busca de destronar a Red Bull. Além disso, já com tons de preocupação, o heptacampeão mundial de Fórmula 1 deixou claro que prevê maiores dificuldades na briga com os taurinos, principalmente nas corridas em que Sergio Pérez, companheiro de Verstappen, estiver com bom ritmo.

“Não questionarei a lógica da equipe e como eles abordam esse processo. Como disse, eu adoraria que eles nos dessem essas melhorias, adoraríamos isso, mas acho que está fora de cogitação no momento. Estamos abaixo em algumas áreas. Tivemos o mesmo desempenho que tínhamos nas primeiras quatro corridas, mas, como disse, eles [Red Bull] deram um bom passo à frente, mas vamos trabalhar o máximo possível para contornar isso”, analisou.

“Em termos de desempenho, é isso o que temos. Acho que fizemos um trabalho decente hoje, mas as coisas podem ficar mais difíceis se o Sergio [Pérez] tiver um fim de semana melhor, mas vamos continuar pressionando”, concluiu.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar