Hamilton se preocupa com Red Bull e diz que “não pode se dar ao luxo” de repetir Mônaco

Depois de ver Max Verstappen e a Red Bull tomarem a ponta nos campeonatos de Fórmula 1, Lewis Hamilton se mostrou preocupado com os rivais e foi bem claro: performances como a de Mônaco não podem se repetir

O GP de Mônaco certamente não foi um dos melhores para Lewis Hamilton, sétimo colocado. Além de não conseguir ganhar nenhuma posição na corrida, mesmo com o abandono de Charles Leclerc e Valtteri Bottas, o heptacampeão viu Max Verstappen e Red Bull assumirem a liderança dos campeonatos da Fórmula 1. Por isso, Hamilton enviou um aviso severo à Mercedes após sua performance decepcionante: será “muito difícil” parar os rivais nesta temporada.

“Eles [Red Bull] têm um carro vencedor no campeonato e serão muito difíceis de derrotar”, disse Hamilton, em entrevista à ESPN. “Tenho levado isso a sério o ano todo e vencemos corridas que não deveríamos ter vencido, como no Bahrein, mas ainda não acabou. Há um longo caminho a percorrer, mas não podemos nos dar ao luxo de outro fim de semana como este.”

“Estou grato por ter terminado e conseguido alguns pontos, a volta mais rápida, cada ponto que você consegue em um fim de semana ruim como este pode contar para algo no final”, acrescentou.

Lewis Hamilton não conseguiu nada melhor do que um sétimo lugar no GP de Mônaco (Foto: Mercedes)

Ainda em entrevista ao veículo, o diretor técnico da Mercedes, James Allison, relatou que o clima na equipe estava desanimador na noite de domingo, e chamou a corrida de “uma bagunça” – é que, embora Hamilton tenha lutado para terminar em sétimo lugar, Valtteri Bottas perdeu o segundo lugar por um problema com a porca da roda dianteira direita em seu pit-stop.

Questionado sobre como Bottas superou Hamilton por uma margem tão grande em Mônaco, Allison acrescentou: “Ele foi capaz de deixar os pneus dianteiros melhores no início da volta, se comparado a Lewis, e então teve mais confiança para entrar na volta e levar o carro perto das barreiras, que é o que você precisa fazer para dar uma boa volta em Mônaco.”

“Objetivamente, houve uma pequena diferença entre a temperatura dos pneus dianteiros entre os dois carros, mas os dois pilotos estavam basicamente sofrendo”, concluiu.

A disputa na categoria rainha do automobilismo está bem acirrada: enquanto o holandês tomar a ponta no Mundial de Pilotos (105 a 101 para Verstappen), a Red Bull se apossa do primeiro lugar no de Construtores (148 a 147 para a Red Bull). A próxima etapa da F1 acontece em duas semanas, com o GP do Azerbaijão no dia 6 de junho.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar