Hamilton vence no Catar e encosta em Verstappen na luta pelo título. Alonso é 3º

Lewis Hamilton venceu de forma dominante no Catar, enquanto Max Verstappen foi o segundo. E Fernando Alonso voltou ao pódio da F1

AO VIVO: TUDO SOBRE O GP DO CATAR DE FÓRMULA 1 | Briefing

Deu Lewis Hamilton no GP do Catar de Fórmula 1. De forma dominante, o heptacampeão mundial liderou de ponta a ponta a corrida deste domingo (21) e não deu chances ao seu grande rival na luta pelo título em 2021, Max Verstappen. O holandês se recuperou da punição determinada pela FIA cerca de 1h e 40 minutos antes da largada, saiu de sétimo e terminou em segundo, mas em momento algum chegou a ameaçar Hamilton. Mesmo assim, o piloto da Red Bull conseguiu um trunfo importante ao marcar a volta mais rápida e garantir o ponto extra da corrida.

Outro grande nome do domingo foi Fernando Alonso. O espanhol, beneficiado pelas punições impostas a Verstappen e Valtteri Bottas, largou em terceiro, fez grande corrida, arriscou com a estratégia de um pit-stop e levou a Alpine ao pódio. Foi a primeira vez desde o GP da Hungria de 2014 que o bicampeão do mundo não levava um troféu na F1.

A diferença de Hamilton para Verstappen caiu para 8 pontos. Max soma agora 351,5 tentos, contra 343,5 do dono do carro #44 da Mercedes.

Sergio Pérez terminou em quarto, logo à frente da Alpine de Esteban Ocon. Lance Stroll, da Aston Martin, surpreendeu e garantiu a sexta posição, superando assim a dupla da Ferrari, com Carlos Sainz em sétimo e Charles Leclerc em oitavo. Lando Norris, com a McLaren, foi o nono e Sebastian Vettel, também da Aston Martin, foi o décimo.

Lewis Hamilton brilhou no fim de semana do GP do Catar de F1 (Foto: Mercedes)

A 21º e penúltima etapa da temporada 2021 da Fórmula 1 está marcada para daqui a duas semanas, entre 3 e 5 de dezembro, e vai marcar a estreia da Arábia Saudita no Mundial.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Saiba como foi o GP do Catar de Fórmula 1

Com o grid bastante mexido entre os dez primeiros colocados em razão das punições impostas a Max Verstappen e Valtteri Bottas somente 1 hora e 40 minutos antes, o GP do Catar partiu com a perspectiva de ser outra grande jornada para Lewis Hamilton.

A largada foi muito boa para o heptacampeão, que se defendeu dos ataques de Pierre Gasly, em segundo lugar, e Fernando Alonso, em terceiro. Hamilton manteve a liderança da prova, enquanto Verstappen ganhou três posições e pulou de sétimo para quarto. Em contrapartida, a largada de Bottas foi desastrosa ao perder nada menos que cinco colocações e despencar para 11º. O finlandês só não foi pior que Sebastian Vettel, que caiu de décimo para 17º na primeira volta.

LARGADA; GP DO CATAR; F1; FÓRMULA 1;
Lewis Hamilton manteve a ponta na largada do GP do Catar (Foto: Scuderia Ferrari)

Com manobra arrojada, Alonso passou Gasly e assumiu a segunda posição na volta 2. Dois giros depois, o francês foi ultrapassado por Verstappen, que avançou para terceiro. Não demorou muito para o holandês tomar a segunda posição e ficar atrás de Hamilton na corrida.

A corrida foi um manancial de disputas nas primeiras voltas: Esteban Ocon ganhou três posições, enquanto Sergio Pérez avançou bem no grid e deixou Lance Stroll e Yuki Tsunoda para trás para assumir a oitava colocação. Na volta 7, ‘Checo’ abriu luta com Carlos Sainz, chegou a fazer a ultrapassagem na curva 1, mas levou o troco em seguida e foi superado pelo espanhol. Mas Pérez fez a ultrapassagem definitiva na oitava volta.

VALTTERI BOTTAS; TOTO WOLFF; GP DO CATAR;
Valtteri Bottas levou uma chamada de Toto Wolff no começo do GP do Catar (Foto: Reprodução)

Quem decepcionava demais era Bottas. Em 11º e sem conseguir passar ninguém, o finlandês levou uma ‘fumada’ do chefe Toto Wolff via rádio: “Vamos pra cima, Valtteri, pra cima desses carros”, cobrou. Em seguida, o nórdico tentou uma ultrapassagem dupla no fim da reta, superou Tsunoda, mas não conseguiu deixar Stroll para trás.

Hamilton, por sua vez, não dava trabalho ao chefe. O piloto mantinha uma diferença confortável, de 5s7, para Verstappen, enquanto Alonso já estava bem mais atrás e era o terceiro, seguido por Gasly, Lando Norris e Pérez, que passou Ocon e assumiu o sexto lugar.

Gasly, grande nome do fim de semana até então, não conseguia mostrar um bom ritmo de corrida em Losail, foi ultrapassado com facilidade por Norris e também por Pérez, caindo assim para sétimo, duas posições à frente de Bottas, que finalmente havia conseguido superar a Aston Martin de Stroll. O francês, então, foi chamado pela AlphaTauri para fazer seu primeiro pit-stop na volta 14.

SERGIO PÉREZ; F1; FÓRMULA 1; RED BULL; GP DO CATAR;
Sergio Pérez abriu caminho e subiu para quarto na primeira parte da corrida (Foto: Lars Baron/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Pérez avançou ainda mais na prova. Com o segundo melhor carro do grid, o mexicano subiu para quarto depois de passar Norris. Segundão da Mercedes, Bottas também abriu caminho ao superar a Ferrari de Sainz e também a Alpine de Ocon. Lá na frente, Hamilton emendava voltas mais rápidas seguidas e para abrir 8s3 de frente para Verstappen.

Max foi aos boxes da Red Bull para fazer a troca de pneus. A equipe taurina trocou os médios pelos compostos duros para o segundo stint da prova. Verstappen ainda voltou em segundo, pouco à frente de Alonso. No giro seguinte, o 18, foi a vez de a Mercedes chamar Hamilton para fazer o pit-stop. Também troca de médios para pneus duros.

Pérez realizou seu primeiro pit-stop na volta 20 e voltou ao 11º lugar, sua posição original de largada. Enquanto isso, a Mercedes definiu para Bottas uma estratégia diferente, de apenas uma parada.

Hamilton estabeleceu a diferença em cerca de 7s para Verstappen e lutava com o holandês pela disputa de volta mais rápida da corrida. Pouco antes, Alonso e Norris fizeram seus respectivos pit-stops e calçaram pneus duros para a segunda parte da prova.

SERGIO PÉREZ; CHARLES LECLERC; GP DO CATAR;
Pérez duelou contra um aguerrido Leclerc no Catar (Foto: Reprodução)

Pérez buscou abrir caminho novamente e duelou roda a roda com Leclerc e Sainz. O monegasco, especificamente, foi valente e tentou se manter na frente, mas não resistiu à melhor performance do carro da Red Bull. Em seguida, Charles foi aos boxes para fazer seu pit-stop junto com seu companheiro de equipe. ‘Checo’ subiu para quinto, atrás de um surpreendente Alonso e à frente de Gasly, sexto.

Alonso também vendeu bem caro a quarta colocação, duelou lado a lado com Pérez, mas o mexicano conseguiu ganhar mais uma posição na corrida, ficando assim só atrás de Bottas, Verstappen e de Hamilton, líder

Só que a diferença de Hamilton para Verstappen começou a cair perto da volta 30. O holandês reduziu a vantagem do rival para cerca de 6s. Mas Lewis respondeu com 1min26s470, fez a volta mais rápida da corrida e voltou a estar 7s à frente de Max.

VALTTERI BOTTAS; PNEU FURADO; GP DO CATAR;
Desastre para Valtteri Bottas, que sofreu com pneu furado no Catar (Foto: Reprodução)

Naquele momento, Bottas enfrentou outro duro revés na corrida e teve o pneu dianteiro esquerdo furado. O finlandês foi ultrapassado por Pérez e Alonso, se arrastou até os boxes, e a Mercedes trocou os pneus e também o bico do carro quando restavam 22 voltas para o fim. Valtteri caiu para 14º.

Gasly voltou aos boxes para a AlphaTauri colocar pneus macios para o último stint da corrida. Depois de um pit-stop lento, o francês voltou à pista em décimo lugar, mas era esperado que mais gente à sua frente também fizesse outra troca de pneus. Hamilton, em meio a tudo isso, abria ainda mais para Verstappen e tinha 8s7 de vantagem após 39 voltas. O holandês, por sua vez, queixava-se de vibrações no carro.

Verstappen voltou aos boxes para colocar fazer sua última troca e colocar pneus médios na volta 42. No giro seguinte, foi a vez de Pérez e também de Hamilton. Na prática, na luta pela vitória, nada mudou, e Lewis rumou para um triunfo muito importante para suas pretensões de octacampeonato.

Com dez voltas para o fim da corrida, Hamilton liderava, seguido por Verstappen e Alonso, que seguia com a estratégia de apenas uma parada. Norris era o quarto, seguido por Ocon e Pérez, que subiu de novo para sexto depois de passar a Alpine do francês depois de belíssima disputa. Esteban foi muito aguerrido ao tentar segurar o carro do mexicano e ajudar Alonso.

MAX VERSTAPPEN; GP DO CATAR; FÓRMULA 1;
Max Verstappen teve ritmo bem inferior ao de Lewis Hamilton (Foto: Clive Mason/Getty Images/Red Bull Content Pool)

A luta entre Hamilton e Verstappen não era mais pela vitória, mas sim pela volta mais rápida e o ponto extra do GP do Catar. Na volta 47, Max cravou a volta mais rápida, embora a vantagem do britânico na liderança seguisse perto dos 9s.

Já na reta final da corrida, Bottas foi chamado pela Mercedes para recolher o carro para os boxes e abandonar, enquanto George Russell, apagado na corrida, teve o pneu dianteiro esquerdo duro furado e precisou fazer um pit-stop não-previsto. Em seguida, Nicholas Latifi, companheiro de equipe de Russell na Williams, também teve o pneu furado e ficou com o carro lento na pista. Tensão no fim da prova.

Com carro muito melhor, Pérez passou Ocon e ficou a 8s de Alonso, que lutava para faturar seu primeiro pódio desde o GP da Hungria de 2014. Na trilha para o fim da corrida, a direção de prova acionou o safety-car virtual em razão da posição do carro de Latifi, que abandonou a corrida. Antes, Mick Schumacher cometeu um erro, escapou e voltou muito em cima de Alonso, dando um susto no espanhol.

A Red Bull até chamou Verstappen para fazer mais um pit-stop e calçou pneus macios para o holandês garantir a volta mais rápida da corrida. Foi o prêmio de consolo para o holandês diante da vitória contundente de Hamilton no Catar.

F1 2021, GP do Catar, Losail, Resultado Final:

1L HAMILTONMercedes57 voltas 
2M VERSTAPPENRed Bull Honda+25.743 
3F ALONSOAlpine+59.457 
4S PÉREZRed Bull Honda+1:02.306 
5E OCONAlpine+1:20.570 
6L STROLLAston Martin Mercedes+1:21.274 
7C SAINZFerrari+1:21.911 
8C LECLERCFerrari+1:23.126 
9L NORRISMcLaren Mercedes+ 1 volta 
10S VETTELAston Martin Mercedes+ 1 volta 
11P GASLYAlphaTauri Honda+ 1 volta 
12D RICCIARDOMcLaren Mercedes+ 1 volta 
13Y TSUNODAAlphaTauri Honda+ 1 volta 
14K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari+ 1 volta 
15A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari+ 1 volta 
16M SCHUMACHERHaas Ferrari+ 1 volta 
17G RUSSELLWilliams Mercedes+ 2 voltas 
18N MAZEPINHaas Ferrari+ 2 voltas 
19N LATIFIWilliams Mercedes NC
20V BOTTASMercedes NC
      
VMRM VERSTAPPENRed Bull Honda1:24.031Volta 54
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar